31/10/2018 às 09h08min - Atualizada em 31/10/2018 às 09h08min

Beto Farias empossa o 1º Conselho de Proteção e Defesa Civil de Mato Grosso

Araguaia Notícia
Francis Amorim / Secom - BG

Edevilson Arneiro / Secom-BG
A cidade de Barra do Garças é a primeira de Mato Grosso a implantar um Conselho Municipal de Proteção e Defesa Civil. Os 14 conselheiros foram empossados nessa terça-feira (30), em solenidade presidida pelo prefeito Roberto Farias. O conselho é composto por representantes de várias instituições e entidades de classe e terá como função proteger a população que reside nas áreas de risco do município.

A partir da posse dos conselheiros, o Conselho Municipal de Proteção e Defesa Civil terá um papel fundamental na prevenção de eventos desastrosos e na tomada de medidas para assistir as populações atingidas. A primeira ação em andamento é a realização de um mapeamento pelos geólogos Deyna Pinho e Rodrigo Luiz Gallo Fernandes e membros da Defesa Civil Estadual e local das áreas de risco em Barra do Garças.

O mapeamento será transformado em um Plano de Contingência que norteará as primeiras ações que serão anunciadas pela Defesa Civil em prol dos moradores notificados. As medidas servirão de base para a captação de recursos no Ministério das Cidades para a solução de danos que porventura tenham sido causados nos chamados pontos críticos.

Exemplo em Mato Grosso

No ato de posse, ocorrido na sala de reuniões do gabinete do prefeito Roberto Farias, a iniciativa de Barra do Garças foi bastante elogiada pelo representante da Defesa Civil de Mato Grosso, o sargento BM Wagner Rosa Soares. Segundo ele, o município é exemplo no Estado ao criar um órgão específico para prevenir e minimizar consequências em áreas que colocam em risco a vida da população que reside nesses locais.

“A finalidade do Conselho é essa. Desenvolver em conjunto com a Defesa Civil, instituições e entidades, ações que possam auxiliar o poder público nas medidas que venham proteger as pessoas que residem em áreas impróprias. É uma forma de evitar que o município se sobrecarregue”, disse o coordenador Executivo da Defesa Civil Municipal, Paulo Henrique Borges.

Presidente do Conselho, o prefeito Roberto Farias destacou a importância da sua criação. O prefeito lembrou que Barra do Garças, por ser uma cidade geograficamente formada por serras e morros, possuem áreas que precisam de uma atenção especial e com a implantação da Defesa Civil, terá um órgão especial para auxiliar os moradores desses pontos críticos. “Ações como essa mostram que o município está preocupando com a segurança e o bem-estar de sua população e pronto para socorrê-la se necessário”, ressaltou.

Apoio da Câmara

Durante a solenidade de posse, os conselheiros destacaram a participação efetiva da Câmara na criação da Defesa Civil e, principalmente, do Conselho. Todos foram unânimes em afirmar que os vereadores colaboraram para que Barra do Garças fosse a primeira de Mato Grosso a implantar um órgão voltado, exclusivamente, para desenvolver políticas públicas de proteção as pessoas que moram nas áreas de risco.

“Sem o envolvimento da Câmara esse projeto não sairia do papel e quero aqui agradecer a cada um dos vereadores que apoiaram o prefeito Roberto Farias e os membros da Defesa Civil Municipal para que esse órgão fosse implantado e pudesse ampliar essas ações”, disse o coordenador Paulo Henrique.

O Conselho Municipal de Proteção e Defesa Civil conta com a participação de representantes dos setores de Saúde, Assistência Social, Meio Ambiente, Planejamento Urbano e Obras, Indústria e Comércio, movimento rural, Energisa, Águas de Barra do Garças, Polícia Militar, Polícia Civil, Corpo de Bombeiros, Sema, Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) e Rotary Clube.A imagem pode conter: 4 pessoas, incluindo Paulo Henrique Borges, pessoas sentadas
A imagem pode conter: uma ou mais pessoas e pessoas sentadas

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »