08/06/2013 às 17h25min - Atualizada em 08/06/2013 às 17h25min

Separado há 5 meses, ex-marido de juíza entrou armado no fórum sem dificuldades

Olhar Direto
Arquivo Pessoal

O delegado de Alto Taquari, João Filho, disse que a juíza Glauciane Chaves de Melo, foi assassinada num crime passional no qual ex-marido, o enfermeiro Evanderli Oliveira Lima, tinha livre acesso ao Fórum. “Essa circunstância como ele entrou no Fórum e atirou na juíza nós vamos apurar no momento oportuno”, completou.

O delegado informou ao Olhar Direto que o casal estava separado há cinco meses. E o crime aconteceu por volta das 11 horas, horário Brasília, quando o movimento no Fórum é reduzido.

Após efetuar o disparo, o enfermeiro fugiu de carro sentido o estado de Goiás. Uma equipe do Bope encontra-se na região. Por telefone, o capitão Fernando informou que a PM está num certo numa mata onde pode estar o ex-marido da juíza.

Glauciane também era diretora do fórum. O disparo atingiu a sua cabeça. Os funcionários informaram que o suspeito entrou na sala da juíza e depois ouviram apenas os disparos.

Após o assassinato, o ex-marido fugiu de carro e deixou o revólver usado no crime cair em frente a uma residência próximo do Fórum. O segurança que faz a guarda do prédio ainda teria tentado impedir a fuga do suspeito atirando contra ele.

Por volta das 12h15, o corpo da Juíza ainda estava no local do crime. A Polícia Técnica de Alto Araguaia já havia se deslocado até a cidade vizinha para analisar a cena do crime. Uma equipe de investigadores de Rondonópolis, juntamente com o Delegado especializado em Homicídios, Vinicius Francisco e o Coronel Walter, foi mandada para Alto Taquari para auxiliar o caso. Eles embarcam no início da tarde de hoje (7).

Glauciane se declarou feliz quando tomou posse no ano passado

A juíza Glauciane assumiu os trabalhos em Alto Taquari no dia 18 de junho do ano passado, depois de um longo tempo que o município passou sem ter um magistrado residente na cidade. Natural de Belo Horizonte-MG, e aprovada em 19º lugar para exercer o cargo de juíza de direito.

Durante sua posse, Glauciane se declarou muito feliz e que desejava realizar um bom trabalho no município, “Como eu disse nas minhas breves palavras introdutórias, estou muito feliz de estar aqui em Alto Taquari, foi uma cidade que eu realmente pude escolher. Ainda que eu estivesse em melhor colocação, escolheria aqui porque é um clima gostoso, um clima que lembra a minha origem lá das Minas Gerais. Alto Taquari é uma cidade em constante desenvolvimento, é uma cidade tranqüila pelo o que eu pude pesquisar. Eu escolhi por isso”, falou a juíza.

O prefeito de Alto Taquari, Maurício de Sá, já decretou luto na cidade de três dias e os órgãos municipais já estão fechados. 


Notícias Relacionadas »
Comentários »

Com UTIs lotadas, Barra do Garças deve ou não aderir lockdown? 3 pacientes aguardam vagas

74.2%
24.5%
1.4%