04/06/2013 às 14h16min - Atualizada em 04/06/2013 às 14h16min

Políticos divergem sobre novo fechamento de ponte na divisa de MT e GO

Olhar Direto
Olhar Direto

O vereador de Barra do Garças, Valdemir Barbosa (PSD), defende que seja dado um novo prazo para Mato Grosso retirar o posto fiscal de Pontal do Araguaia, divisa de MT e GO, antes de um novo bloqueio da ponte do rio Araguaia por parte dos políticos de Goiás.

Na semana passada, vereadores e secretários da administração Aurélio Mendes (PSDB) fecharam a ponte por três horas. A medida que tinha por objetivo reclamar contra demora para retirar o posto fiscal do Pontal, mas surtiu efeito negativo e causou um mal-estar com os próprios aragarcenses.

Para evitar mais desgaste, o vereador Barbosa acredita que seria sensato dar um prazo de trinta dias, tempo este solicitado pela Secretaria de Fazenda de Mato Grosso (Sefaz) para asfaltar as duas vias de acesso dos dois novos postos fiscais que irão substituir o Pontal na saída de Barra nas BRs 070 e 158.

A sugestão de Barbosa foi bem aceita entre os moradores, vereadores e secretários do prefeito Aurélio Mendes estão anunciando uma nova interdição da ponte para quarta-feira, dia 5. “Nós vamos fechar a ponte toda quarta-feira até que o problema seja resolvido”, advertiu o presidente da Câmara de Aragarças, Celso Barros.

O secretário de administração, Artur Mendes, irmão do prefeito Aurélio, disse que a culpa desse impasse é do governo de MT que não cumpriu com acordo de dois anos atrás de retirar o posto fiscal como fez Goiás do lado de Aragarças. A região sofre com o congestionamento de carretas. 


Notícias Relacionadas »
Comentários »

Com UTIs lotadas, Barra do Garças deve ou não aderir lockdown? 3 pacientes aguardam vagas

74.1%
24.5%
1.4%