31/05/2013 às 17h56min - Atualizada em 31/05/2013 às 17h56min

Convênio de contorno viário de Barra será assinado hoje

Olhar Direto
Olhar Direto

O prefeito de Barra do Garças, Roberto Farias (PSD), recebe nesta quinta-feira (30) o deputado federal Welinton Fagundes (PR) e o secretário de Indústria e Comércio de Mato Grosso, Zanata, para assinatura do convênio de construção do contorno viário de Barra no auditório do Araguaia Park Hotel às margens do rio Araguaia.

Essa obra está sendo viabilizada graças a esforço da bancada federal de Mato Grosso liderada por Fagundes e com apoio do governador Silval Barbosa. Inicialmente será feito o desvio com a pavimentação de 9,9 km de estrada para retirar as carretas do centro de Barra e na sequencia serão licitadas as pontes sobre os rios Garças e Araguaia.

Beto considera essa a obra mais importante para Barra do Garças nos últimos trinta anos que irá aliviar a população do congestionamento das carretas. “Meu empenho sempre foi a favor do contorno viário que ao lado da MT 100 são obras que vão dar o ritmo para economia do Araguaia”, ponderou o prefeito barra-garcense.

Fagundes chegou no fina da tarde de quarta-feira em Barra e participou da colação grau dos alunos da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT) no ginásio Arnaldo Martins e depois da abertura do encontro de motociclistas, o Motorcycle na arena do Porto do Baé.

Estava prevista para essa quinta-feira a visita do governador Silval que iria assinar também a ordem de serviço para asfaltar a MT 100 de Alto Araguaia a Araguaiana dentro do MT Integrado, porém uma das empresas concorrentes da licitação entrou com pedido de embargo que deve ser analisado dentro de cinco dias.

“Eu acredito que na próxima semana, o governador estará aqui conosco para assinar a ordem de serviço da MT 100 como eu disse outro sonho que é aguardado pela região”, finalizou o prefeito de Barra. 


Notícias Relacionadas »
Comentários »

Com UTIs lotadas, Barra do Garças deve ou não aderir lockdown? 3 pacientes aguardam vagas

74.2%
24.4%
1.3%