30/05/2013 às 17h41min - Atualizada em 30/05/2013 às 17h41min

Ex-policial militar é atropelado por carreta na divisa de Mato Grosso

Olhar Direto
Olhar Direto

O ex-policial militar José Carlos, conhecido Carlinhos Esperto, foi atropelado por volta das 17 horas de quarta-feira (29) quando atravessava a movimentada avenida Ministro João Alberto próximo ao colégio Gaspar Dutra, em Barra do Garças, por uma carreta que atingiu as pernas da vítima.

O acidente parou o centro de Barra por meia hora com os policiais tendo que desviar o fluxo de veículos para rua Mato Grosso e avenida Gabriel Ferreira. Os bombeiros que atenderam a ocorrência informaram que o estado de saúde do ex-militar é grave.

“Ele está respirando, mas não está falando. Realmente inspira cuidados”, destacou o oficial da Polícia Militar, Emanuel, que auxiliou na condução do trânsito próximo ao local do acidente ao lado do capitão Diniz. A cidade de Barra enfrenta um problema sério com acúmulo de carretas, pois fica na rota de escoamento da soja de Mato Grosso para o porto de Santos, no interior de São Paulo. Estima-se que mais de mil carretas passam pelo município por dia.

Esse não é o primeiro atropelamento no centro de Barra causado por carretas.

Por causa disso, os políticos de Aragarças-GO fecharam quarta-feira (29) a ponte sobre o rio Araguaia interrompendo o trânsito com Mato Grosso para cobrar a retirada do posto fiscal de Pontal do Araguaia por parte do governo mato-grossense. Vereadores e secretários do prefeito Aurélio Mendes estiveram no bloqueio e disseram que a região não aguenta mais o estrangulamento do trânsito com o número de carretas.

As autoridades de Aragarças alegam que Goiás já retirou o seu posto fiscal em 2011 e passados dois anos Mato Grosso ainda não tomou essa providência. O chefe da fiscalização, Vilson, disse que os novos postos fiscais já estão prontos na saída de Barra para Cuiabá e Nova Xavantina e falta apenas a pavimentação asfáltica da via de acesso dos novos postos cuja obra foi autorizada dia 27/05 e deve ficar pronta dentro de trinta dias e por fim retirando o posto fiscal de Pontal. 


Notícias Relacionadas »
Comentários »

Com UTIs lotadas, Barra do Garças deve ou não aderir lockdown? 3 pacientes aguardam vagas

74.3%
24.3%
1.4%