29/05/2013 às 12h48min - Atualizada em 29/05/2013 às 12h48min

Morre uma das tabeliãs mais antigas de Mato Grosso

Olhar Juritico
Arquivo Pessoal

Faleceu nesta terça-feira em Barra do Garças, a 503 km de Cuiabá, uma das tabeliãs mais antigas do estado, Renildes Silva Rosa, aos 77 anos de idade. Dona Renildes, por 48 anos, chefiou o cartório de 2° ofício de Barra onde celebrou vários casamentos e registrou o nascimento de milhares de barra-garcenses. Não existe um número preciso, porém a família, acredita que mais de 40 mil certidões de nascimento foram registradas por dona Renildes ao longo deste tempo.

Ela foi nomeada para esse cargo em ato governamental de 1965. O primeiro endereço do cartório foi a casa da própria dona Renildes, que por incrível que pareça, era onde hoje está o coreto da praça da Matriz enfrente a Paróquia Santo Antônio. Depois disso, dona Renildes se mudou para esquina da rua 1° de Maio onde atualmente está o cartório.

Natural de Baixada Verde, no estado da Bahia, Renildes veio ainda mocinha para Barra do Garças na companhia dos pais Domingos Pereira da Silva (tio de Lídio Pereira) e Raimunda Gonçalves da Rocha, e aqui constituiu sua família com três filhos: Leila Carla Silva Rosa, Antônio Carlos Silva Rosa e Lilian Carla Silva Rosa Valoes Metelo.

Devido a sua popularidade no cartório, Renildes foi agraciada com o título de cidadã barra-garcense e exerceu outras funções. Ela foi chefe do cartório da 2ª Vara Cível do Poder Judiciário e atuou como cartorária eleitoral quando ainda essa função não era remunerada.

Irmã da ex-diretora da UFMT-BG, professora Braulina Morbeck e do chefe-substituto do cartório de 2° ofício, Agostinho Pereira Neto, dona Renildes se tornou uma pessoa muito conhecida em Barra do Garças. “Minha irmã era uma pessoa séria, íntegra e humana e eu tenho o maior orgulho de sua trajetória pela nossa cidade”, frisou Agostinho.

O velório da tabeliã acontece no plenário da Câmara Municipal onde recebe as homenagens de parentes, amigos e autoridades. O enterro está programado para quarta-feira (29) às 9 horas no cemitério dos Ipês. 


Notícias Relacionadas »
Comentários »

Com UTIs lotadas, Barra do Garças deve ou não aderir lockdown? 3 pacientes aguardam vagas

74.2%
24.5%
1.4%