28/05/2013 às 13h55min - Atualizada em 28/05/2013 às 13h55min

Morre mais um trabalhador soterrado por soja em Mato Grosso

Olhar Direto
Olhar Direto

Mais um trabalhador morreu soterrado em meio a soja em Mato Grosso com desabamento de um cilo. O número de vítimas subiu para seis no espaço de um mês. Desta vez, o incidente aconteceu no distrito do Espigão do Oeste, conhecido como Baianos, em São Felix do Araguaia a 1.100 km de Cuiabá.

O trabalhador Thales Vinicius Savela, 19 anos, natural de Tucunduva-RS, estava com outros colegas ajudando no descarregamento de um caminhão de soja por volta das 18h14 de sexta-feira (24) na Fazenda Joatão, porém segundo algumas testemunhas, ele estava sem o cinto de segurança.

Com a queda do cilo, Thales foi sufocado pelos grãos e os amigos não conseguiram socorrê-lo. O corpo do trabalhador seguiu para cidade de Sonora, Mato Grosso do Sul.

As outras cinco vítimas foram em Canarana, a 830 km de Cuiabá, na região do Araguaia. Dia 02/05, o trabalhador João
Antônio da Silva, 40 anos, morreu no armazém Volta Grande quando se enganchou numa esteira chamada caracol fato ocorrido na fazenda de propriedade do vice-prefeito de Canarana, Olenir Nicki Bernardi.

No dia 21 de abril, um silo desabou matando quatro trabalhadores no depósito da Cargil: Carlos Alexandre Rodrigues dos Santos; Vitor Domingos dos Passos; Eliangi Marcelo Kalapalo e Luciano dos Santos da Silva.

Com esses acidentes, existe uma preocupação de rever as condições de segurança dos trabalhadores em armazéns de grãos e necessidade de se fazer um reciclagem para evitar novos acidentes. 


Notícias Relacionadas »
Comentários »

Com UTIs lotadas, Barra do Garças deve ou não aderir lockdown? 3 pacientes aguardam vagas

74.2%
24.4%
1.4%