23/05/2013 às 18h54min - Atualizada em 23/05/2013 às 18h54min

Deputado Azambuja avaliza construção de presídio em Vila Bela

Assessoria de Imprensa
Reprodução

O 2° vice-presidente da Assembleia Legislativa, deputado estadual Antonio Azambuja (PP), acompanhado de uma comitiva de vereadores e o prefeito Anderson Andrade, do município de Vila Bela da Santíssima Trindade (552 km a Oeste de Mato Grosso), participaram nesta quinta-feira (23), de uma reunião com o secretário de Estado de Direitos Humanos, Luiz Antônio Pôssas de Carvalho.

As autoridades políticas reivindicaram a construção urgente de um presídio no município, para abrigar 70 reeducando.

De acordo com o deputado Vila Bela tem um presídio, porém em estado precário. A unidade sofreu recentemente um surto de tuberculose e foi considerado insalubre. Foram feitos mais de 400 exames entre detentos, familiares e servidores que foram contaminados. “Precisamos da desativação deste presídio”, destacou.

Para o prefeito Anderson, a situação do presídio é desumano, esta dentro do perímetro urbano colocando em risco a população vilabelense. “Vamos partir para uma guerra pela construção de uma nova unidade”, pontuou.

O prefeito pediu o que o atual presídio seja desativado e os presos transferidos para Pontes e Lacerda (71 km da cidade).

Foi proposta pela Secretaria a compra de materiais de construção para uma reforma no local, porém a comitiva desaprovou, informando que o prédio não suporta mais uma reforma. O ideal mesmo seria uma nova sede. “A construção esta a baixo do nível do asfalto, umidade e o esgoto corre a céu aberto. Uma reforma vai ser uma frustração para a população”, declarou o deputado.

O secretário sinalizou positivo para a possível construção, porém pediu que a prefeitura entrasse com o terreno em contra partida. Ainda explicou que o primeiro passo vai ser a avaliação do engenheiro que dentro do número de vagas pretendido vai apontar o tamanho do terreno. A partir dai o prefeito vai arrumar essa área, e consequentemente se fará um levantamento de custos.

A comitiva vai oficializar o pedido via ofício assinado pelos vereadores, prefeito e o deputado Azambuja para que as primeiras providências sejam tomadas.

De acordo com o secretário Luiz Antônio nos próximos dias um engenheiro deve visitar a área apontada pelo prefeito.


Notícias Relacionadas »
Comentários »

Com UTIs lotadas, Barra do Garças deve ou não aderir lockdown? 3 pacientes aguardam vagas

74.2%
24.4%
1.3%