30/08/2018 às 18h33min - Atualizada em 30/08/2018 às 18h33min

Prefeitura e Univar firmam parceria para o combate às queimadas em Barra do Garças

Assessoria / Secom - BG
Araguaia Notícia
O alto índice de focos de queimadas registrados em Barra do Garças neste período de estiagem, com danos em áreas de preservação ambiental, como o Parque Estadual da Serra Azul, levou a Prefeitura de Barra do Garças, por meio da Secretaria Municipal de Meio Ambiente a firmar parceria com as acadêmicas do Curso de Pedagogia das Faculdades Unidas do Vale do Araguaia (Univar), para o desenvolvimento do projeto Prev Queimadas.

O objetivo da iniciativa é desenvolver nas escolas da rede municipal, campanhas de conscientização e prevenção às queimadas, orientando os alunos sobre os danos provocados pelo fogo nesta época do ano, quando a vegetação está seca e colabora para incêndios criminosos em terrenos baldios e Serra Azul.

Neste projeto, as acadêmicas alertam os alunos que a prática irregular de queimadas traz consequências à população de Barra do Garças, afetando a qualidade do ar e colaborando para doenças respiratórias como asma, renite e bronquite em adultos, idosos e crianças, além de afetar diretamente os animais silvestres, como é o caso do Parque Estadual da Serra Azul, habitat natural de várias espécies.

Durante as visitas às escolas, as acadêmicas do Curto de Pedagogia da Univar promovem palestras com histórias sobre os danos causados pelas queimadas às pessoas, buscando desta forma, a reflexão dos alunos para que possam, no futuro, serem multiplicadores na luta pela preservação do meio ambiente.

Para o secretário de Meio Ambiente, Lúcio Violin Junqueira, com atitudes simples como essa e com a cooperação da população, se consegue resultados significativos no combate às queimadas. “Nosso objetivo é desenvolver atividades para a proteção, manutenção e preservação do meio ambiente nas escolas municipais, incentivando os alunos envolvidos no projeto a desenvolverem posturas e hábitos de proteção ambiental em casa, na escola ou em outros ambientes”, destaca.

O secretário afirma que a parceria municipal e Univar escolheu as escolas por acreditar que as crianças são responsáveis e poderão orientar os adultos na prática de bons hábitos nas questões que envolvem o meio ambiente. “Desta forma elas assumem atitudes e ideais no sentido de considerar a necessidade de zelar do meio ambiente para a manutenção da vida hoje e amanhã”, ressalta Lúcio.

Multa

A Secretaria de Meio Ambiente alerta que quem promove queimadas é passivo de crime ambiental previsto na lei e cabe multa de R$ 4 mil reais para o infrator.
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Com UTIs lotadas, Barra do Garças deve ou não aderir lockdown? 3 pacientes aguardam vagas

75.0%
23.7%
1.3%