30/08/2018 às 18h10min - Atualizada em 30/08/2018 às 18h10min

Polícia identifica mais um adolescente supostamente assediado por pastor em MT

Com o novo caso, sobe para nove o número de supostas vítimas já identificadas pela polícia.

G1 MT
Araguaia Notícia
A Polícia Civil identificou mais um adolescente supostamente assediado sexualmente pelo pastor evangélico Justino Ireno da Costa, de 53 anos, preso suspeito de ter estuprado meninos e adolescentes que frequentavam uma igreja no Bairro Mangabeira, em Várzea Grande, região metropolitana de Cuiabá.

Com a identificação, sobe para nove o número de supostas vítimas já confirmadas pela polícia.

No caso do adolescente de 16 anos, o delegado Cláudio Alvares Santana, da Delegacia Especializada do Idoso, Criança e Adolescente (Deddica), explica que não houve a consumação do ato sexual.

O suspeito foi preso na terça-feira (28) após quase sete meses de investigação da delegacia. Ele negou os estupros, mas confessou que dava dinheiro aos meninos. O crime foi descoberto depois que a mãe de duas das vítimas identificou que os filhos eram abusados pelo pastor.

Ainda nos depoimentos, as vítimas apontaram um adolescente, de 14 anos, como responsável por pagar as contas e fazer compras para o pastor, tida como a pessoa de confiança pelo suspeito.

O pastor vai responder criminalmente por estupro de vulnerável e corrupção de menores. O suspeito foi encaminhado ao Centro de Ressocialização de Cuiabá (CRC), o antigo Carumbé, em Cuiabá.
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Com UTIs lotadas, Barra do Garças deve ou não aderir lockdown? 3 pacientes aguardam vagas

75.1%
23.6%
1.3%