29/08/2018 às 12h41min - Atualizada em 29/08/2018 às 12h41min

Polícia paraguaia encontra mais evidências contra eletricista acusado de assassinar estudante de MT

Fluidos biológicos, típicos do corpo humano, foram encontrados no carro usadopelo eletricista Cristopher Andrés Romero Irala, 27 anos, acusado de assassinar Erika Corte, no dia 20/8.

RD News
Araguaia Notícia
Investigadores da Divisão de Homicídios com apoio da Policia Técnica da Polícia Nacional do Paraguai encontram fluidos biológicos, típicos do corpo humano, no carro usado pelo suspeito do assassinato da estudante mato-grossense Érika de Lima Corte, 29 anos, o eletricista Cristopher Andrés Romero Irala, 27. As evidências encontradas corroboram a acusação. O crime ocorreu na madrugada do dia 20 de agosto, em Pedro Juan Caballero, no Paraguai.

De acordo com o site Poranews,  de Ponta Porã, o veículo foi apreendido no mesmo dia em que o eletricista foi preso, na cidade de Concepción, também no Paraguai.

 O Ministério Público do Paraguaio informou que o eletricista ficará preso até o fim das investigações, que naquele país são geridas pelo órgão. Conforme o promotor Marco Amarilla, a denúncia oferecida à justiça e o pedido de prisão preventiva foram feitas com base em ''evidências coletadas, indícios contra o sujeito, presunções graves e sérias".

 Nas buscas feitas na casa do pai de Chistopher, as autoridades também conseguiram encontrar evidências, conforme o promotor: ''Foram encontrados um par de sapatos, um short jeans curto, com presumidamente gotas de sangue e também alguma camisa que ele pode ter utilizado no dia do crime. Essas evidências foram levadas ao laboratório forense para análise, com objetivo de verificar se existe algum rastro de sangue ou fluido físico que possa ser da vítima''.

Érika, filha do ex-prefeito de Pontal do Araguaia (a 520 km de Cuiabá), Raniel Corte, foi brutalmente assassinada com pelo menos 16 facadas. Ela cursava medicina em Juan Pedro Caballero. Cristopher Andrés foi preso na madrugada de quarta (22), por volta das 4h na cidade de Concepcion, distante a 250 km de Pedro Juan Caballero, no Paraguai. O eletricista foi preso em uma rua ao sair da residência de um familiar.
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Com UTIs lotadas, Barra do Garças deve ou não aderir lockdown? 3 pacientes aguardam vagas

74.9%
23.7%
1.3%