23/08/2018 às 19h39min - Atualizada em 23/08/2018 às 19h39min

Juíza de Nova Xavantina lança projeto ‘Conhecer é Poder’

NX1
Araguaia Notícia
Deu início nesta última segunda-feira (20/08) nas dependências do Fórum de Nova Xavantina, o Projeto “Conhecer é Poder”. A iniciativa é do Poder Judiciário, representado pela Dra. Luciene Kelly Marciano Roos, juíza da 2 Vara, em parceria com os Poderes Executivo e Legislativo.

O Projeto visa aproximar os jovens estudantes dos Poderes da República em nível municipal, ou seja: da juíza, do Prefeito e dos onze vereadores.

Os alunos estarão com as respectivas autoridades às segundas-feiras, no período da tarde, ocasião em que cada um dos treze estudantes participantes do projeto permanecerão por quatro horas acompanhando o trabalho de cada um dos agentes políticos.

Nas semanas seguintes os alunos realizarão rodízio entre si, de modo que cada um deles passe ao menos uma segunda-feira com cada uma das autoridades.

Cada aluno será acompanhado por um professor durante tais contatos.  

De acordo com a Dra. Luciene Kelly Marciano Roos, o projeto visa despertar o espírito crítico dos alunos por meio da observação e comparação entre as atividades típicas de cada Poder e entre os ocupantes das respectivas funções. 

“Queremos despertar nos alunos o interesse pelo exercício direto de tais funções, visando assim difundir a possibilidade de todos os cidadãos virem a ocupar os cargos públicos capazes de alterar ou incrementar os rumos da nação.”, explicou.

Ao final das treze semanas de visitas, os alunos realizarão dissertação sobre o tema “Cidadania e Política”.  

Os três primeiros colocados serão premiados. O terceiro lugar com uma bicicleta, o segundo com um celular e o primeiro com um tablet.

Os prêmios serão adquiridos com doações financeiras pessoais das autoridades envolvidas no projeto.

A primeira escola a participar de tal projeto é a Escola Estadual Ministro João Alberto, tendo como público alvo os alunos do ensino médio matutino.
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Com UTIs lotadas, Barra do Garças deve ou não aderir lockdown? 3 pacientes aguardam vagas

75.1%
23.6%
1.3%