23/08/2018 às 19h22min - Atualizada em 23/08/2018 às 19h22min

Trabalho integrado resulta na apreensão de 290 quilos de maconha e três presos

Assessoria / PJC - MT
Araguaia Notícia
Cerca de 290 quilos de maconha foram apreendidos no âmbito da força tarefa, composta da Polícia Judiciária Civil (Gerência de Combate ao Crime Organizado e Núcleo de Inteligência da Diretoria Metropolitana), com a Polícia Federal. 

Dois homens e uma mulher foram presos. Um deles transportava a droga e outros dois vinham na frente em um veiculo Gol, dando apoio. Os três responderão por tráfico de drogas. 

A apreensão foi realizada nesta quinta-feira (23) pela Delegacia Especializada de Entorpecentes (DRE), na Rodovia 364, Serra de São Vicente. Os policiais conseguiram interceptar uma caminhonete Ranger, que trazia o carregamento de maconha acondicionado em pacotes e alguns tabletes soltos na carroceria. 

O veículo era conduzido por Carlos Emanuel de Campos Rodrigues, 28 anos, morador de Rondonópolis (MT). Ele foi conduzido a DRE para ser interrogado e autuado por tráfico de drogas. 

Na sequência, os policiais da DRE identificaram um veículo Gol, que era usado como escolta na frente da caminhonete Ranger, com o objetivo de avistar e avisar sobre  alguma possível ação policial. No veículo estavam  um casal moradores de Ponta Porã (MS). Ambos foram presos chegando em Cuiabá, na BR 364, próximo ao posto da Polícia Rodoviária Federal (PRF).  

“Primeiro apreendemos a droga, na Ranger, e depois as equipes foram atrás do Gol, conduzido pelo casal com duas crianças, 2 e 3 anos”, disse o delegado da DRE, Vitor Hugo Bruzulato Teixeira. 

A força tarefa da Polícia Civil e Polícia Federal recebeu informação do carregamento e acionou a DRE, que realizou a apreensão do entorpecente, após equipes operacionais da Especializada se posicionarem na rodovia e identificarem o veículo suspeito.

“Essa integração com a Polícia Federal fortalece o sistema de combate às facções criminosas”, disse o delegado Vitor Hugo. 

A ação contou com o apoio da Polícia Rodoviária Feral (PRF) e Centro Integrado de Operações Aéreas (CIOPAer).

A droga será periciada pela Politec
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Com UTIs lotadas, Barra do Garças deve ou não aderir lockdown? 3 pacientes aguardam vagas

75.1%
23.6%
1.3%