23/08/2018 às 07h14min - Atualizada em 23/08/2018 às 07h14min

Suspeito de assassinar jovem de 20 anos em São Felix é preso numa ação conjunta da PM e PJC; VEJA VÍDEO:

Markeovane Silva é apontado como autor do homicídio e estava fugindo junto com Eduardo Silva. O crime teria sido motivado por ameaças da vítima Lairton a Markeovane que é conhecido como 'Professor'

Vanessa Lima / O Repórter do Araguaia - Assessoria PJC
Araguaia Notícia


Na noite de quarta feira (22.08), ocorreu um homicídio que vitimou Lairton Rocha Milhomem, 20 anos, em São Félix do Araguaia (1160 km da capital), que foi esclarecido pela Polícia Judiciária Civil com apoio da Polícia Militar, com a prisão em flagrante dos autores do delito.


A execução da vítima aconteceu no dia 22 de agosto, por volta das 20h30, no bairro Vila Alta (morro), onde a vítima foi alvejada por disparos de arma de fogo. Assim que a Polícia Civil tomou conhecimento do homicídio deu início às diligências. A Delegada de Polícia, Lizzia Kelly Ferraro Noya acionou todas as equipes da Polícia Judiciária Civil do município e das cidades circunscritas, Alto Boa Vista, Luciara e Novo Santo Antonio, que contaram com apoio da Polícia Militar nestas respectivas.

Segundo as investigações, o crime foi motivado em decorrência de ameaças proferidas pela vítima em desfavor do autor do crime, Markeovane Silva, vulgo “Professor”. Após diligências e oitiva de testemunhas presente no local, foi possível confirmar a autoria do crime.

Os suspeitos, Markeovane Silva, 34, e Eduardo Silva, 18, foram autuados em flagrante delito durante a fuga no sentido a cidade de Novo Santo Antonio. Estes foram surpreendidos pela Equipe de Policiais Civis e Militares de Novo Santo Antonio, sendo flagranteados portando as armas do crime. Logo após, foram conduzidos até a Delegacia de São Felix do Araguaia, onde foram autuados pelo crime de homicídio qualificado, posteriormente serão encaminhados para cadeia pública local, onde ficarão à disposição da justiça.

 

Parabéns Delegada Dra. Lizzia  e toda a sua equipe da Polícia Civil juntamente com a polícia militar, por agir rápido e prender estes criminosos, excelente trabalho Está aí uma prova de que um trabalho sério se obtém grandes resultados, precisamos de mais umas 100 Lizzia´s no estado de Mato Grosso. A população do bem, que é maioria, apóia este tipo de ação. O Brasil tem solução. A cidade e região agradecem.


 
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Com UTIs lotadas, Barra do Garças deve ou não aderir lockdown? 3 pacientes aguardam vagas

75.1%
23.6%
1.3%