21/08/2018 às 06h48min - Atualizada em 21/08/2018 às 06h48min

Filho é preso acusado de matar o próprio pai por esganadura no Norte Araguaia

O médico legista confirmou os sinais de esganadura, tratando-se de morte causada por asfixia com uso das mãos.

Assessoria / PJC - MT
Araguaia Notícia
Um homem acusado de matar por esganadura o próprio pai, na zona rural do município de Confresa (1.160 km a Nordeste), foi preso pela Polícia Judiciária Civil, logo após praticar o crime. O suspeito, Gilcimar Gomes da Silva, 40, foi autuado em flagrante por homicídio qualificado, no sábado (18.08).

Por volta do meio dia de sábado, os policiais civis foram acionados para atender ocorrência em uma casa, no  bairro Vila Veranópolis. Conforme informações, um idoso (Jose Gomes Adriano) de 78 anos havia morrido no local e a causa era desconhecida.

A equipe da Delegacia de Confresa foi até o endereço e, em analise preliminarmente, verificou que corpo da vítima havia sinais de esganadura. Na ocasião, o filho que residia sozinho com a vítima estava em casa. 

Ao ser entrevistado pelos policiais, demonstrou muito nervosismo, o que levantou  suspeitas por parte dos policiais. Em conversa com moradores da Vila Veranópolis, foi descoberto que o idoso tinha dificuldades de andar e estava bastante debilitado. Ele passava a maior parte do tempo deitado na cama.

Com base nos indícios, Gilcimar foi encaminhado à Delegacia de Polícia para melhores esclarecimentos. No depoimento, o filho entrou diversas vezes em contradição, demonstrando claramente ser o responsável pelo homicídio.

Após realização do exame de necropsia, o médico legista confirmou os sinais de esganadura, tratando-se de morte causada por asfixia com uso das mãos.

Diante das provas,  o filho da vítima foi autuado em flagrante pelo crime de homicídio qualificado e foi encaminhado a Cadeia Pública da cidade de Porto Alegre do Norte.
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Com UTIs lotadas, Barra do Garças deve ou não aderir lockdown? 3 pacientes aguardam vagas

75.1%
23.6%
1.3%