20/08/2018 às 07h43min - Atualizada em 20/08/2018 às 07h43min

Menina de 12 anos denuncia estupro de padrasto após mãe reatar relacionamento

Gazeta Digital
Araguaia Notícia
Uma menina de 12 anos denunciou o padrasto de 31 anos por estupro, na noite de sábado (18/8), após a mãe anunciar que iria reatar o relacionamento com o homem. O caso ocorreu no bairro Três Barras, em Cuiabá, e o homem foi preso por de estupro de vulnerável.

De acordo com o boletim de ocorrência, a menina foi estuprada duas vezes e só denunciou o caso por temer novos abusos, após sua mãe dizer que reataria o casamento com o padrasto e eles iriam mudar de endereço, para a casa do homem.

Aos policiais, a menina disse que o primeiro abuso ocorreu em dezembro de 2017, quando, após a mãe pegar no sono, o padrasto entrou no quarto da menina e começou a acariciar suas partes íntimas.

A menina afirmou que chegou a dizer ao padrasto que ia contar para a mãe o ocorrido, mas o homem teria dito que, se fosse preso, sairia da cadeira e mataria ela e mãe. Por essa razão, a menina não denunciou.

Em fevereiro deste ano, novamente a menina conta que foi estuprada. Ela disse aos policiais que o padrasto entrou em seu quarto e, além de acariciá-la, penetrou a vagina da menor usando os dedos. O padrasto teria feito novas ameaças.

Pouco tempo depois, a mãe e o padrasto se separaram por outros motivos. No entanto, quando a mãe da menor informou que estava voltando com o padrasto e que elas iam se mudar, a menina resolveu denunciar para a mãe e o pai biológico.

A mãe, então, levou a menor para a delegacia, onde ela prestou depoimento e registrou a ocorrência. O padrasto foi preso e será acusado de estupro de vulnerável.

 
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Com UTIs lotadas, Barra do Garças deve ou não aderir lockdown? 3 pacientes aguardam vagas

75.0%
23.7%
1.3%