06/08/2018 às 14h02min - Atualizada em 06/08/2018 às 14h02min

Aragarças, a prima pobre virou campeã de público na Temporada de Praia

Leia o artigo escrito pelo jornalista, ex-deputado, delegado aposentado e prefeito de Aragarças, José Elias, e publicado no Diário da Manhã de Goiânia

José Elias Fernandes
Araguaia Notícia
Há décadas o governo de Goiás e a mídia em geral alimenta uma visão caolha quando se refere ao turismo no Araguaia. Só enxergam o Rio através de Aruanã. Não restam dúvidas de que a cidade ganhou (por isso mesmo) melhor estrutura, fama, apoio, divulgação e tudo mais.

Aliás, eu próprio participei de eventos que contribuíram para isso, quando trabalhava no jornal O Popular e na Televisão Anhanguera.  A empresa montava acampamentos super confortáveis e convidava autoridades federais e estaduais da área da comunicação para fins de semana nas areias “calientes” do Rio. O noticiário da presença de gente poderosa de Brasília atraia outras pessoas também influentes e com isso a cidade prosperou, atraindo investimentos públicos e privados.                                                                            

Como quem ocupa os cargos públicos são políticos, que nem sempre conhecem  o setor, a área do  turismo  segue a velha tradição:  a  cada ano destina-se  tudo  para Aruanã e nada  aos demais municípios das margens. Pelo menos com Aragarças infelizmente assim acontece: nenhum centavo de ajuda para nossa temporada, mesmo localizando-se aqui as mais belas praias do Araguaia em Goiás. Ano passado a Goiás Turismo chegou a liberar uma verbinha, porém já no fim do ano, quando se preparavam as comemorações natalinas. O recurso teve de ser devolvido, pois não havia como licitar palco nem artistas nem outras despesas, cujas contas já haviam sido pagas, a duras penas, pelos cofres da Prefeitura.

Neste ano a situação se repetiu, mesmo havendo o governador José Eliton, com boa vontade, assinado, atempadamente, autorização de ajuda ao Município. Seguindo a rotina, a burocracia impediu que a Goiás Turismo repassasse à Prefeitura qualquer recurso para bancar os extraordinários custos  da nossa temporada. 

Constrangimento inexplicável aconteceria, para o prefeito e o governador, não fosse a decisiva parceria do deputado Marlúcio Pereira, que deslocou para Aragarças boa parte da estrutura de sua conceituada empresa Marlúcio Promoções e Eventos.   Logo no início, instalou um palco com dimensão e conforto nunca vistos na cidade e trouxe um elenco de artistas do porte da Joelma (ex-Banda Calipso), do Kleo Dibah, os Meninos de Goiás, Zé Ricardo e Thiago, Banda Realce com as Bacanas e Racyne e Rafael. Certamente o dinheiro saiu do Estado, via órgão de turismo, porém comprometido a um deputado, que poderia direcioná-lo para onde lhe conviesse.

Graças ao esforço da nossa equipe, conjugado com deputado Marlúcio, a prima pobre das temporadas anteriores, bateu recordes de público, permitindo a centenas de milhares de pessoas confirmarem o que temos procurado divulgar: as praias mais bonitas do Araguaia em Goiás localizam-se em Aragarças. Com o privilégio de ficarem dentro da cidade e no maior aglomerado urbano de toda a extensão do Rio, pois reúnem-se aqui  as cidades de Aragarças, Pontal do Araguaia e Barra do Garças. As vantagens são inúmeras: hotéis confortáveis e baratos, hospitais e as maiores equipes médicas da região, dois clubes de água quente, inúmeras cachoeiras, três universidades, quatro emissoras de televisão, sete de rádio e outros atrativos. Detalhe importante para o turista: segurança total. Nenhuma ocorrência grave em todo o movimentado período.  Por tudo isso e muito mais, a cidade merece o título de Capital Goiana do Araguaia.
 
*José Elias Fernandes é jornalista, escritor, membro da UBE-GO e da AGI, ex-deputado e prefeito de Aragarças.
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Com UTIs lotadas, Barra do Garças deve ou não aderir lockdown? 3 pacientes aguardam vagas

75.1%
23.6%
1.3%