03/08/2018 às 11h17min - Atualizada em 03/08/2018 às 11h17min

Juiz converte em preventiva prisão de tatuador suspeito de estuprar cliente em MT

Suspeito passou por audiência de custódia nesta quinta-feira (2), depois de ser preso em flagrante. A vítima foi encaminhada para uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA) e passou por exames.

G1 MT
Araguaia Notícia
O juiz Alexandre Pamapado, da Comarca de Primavera do Leste, a 239 km de Cuiabá, determinou a prisão preventiva, de um tatuador suspeito de estuprar uma cliente, naquele município, nesta quinta-feira (2), após audiência de custódia. O caso foi registrado na quarta-feira (1º).

Segundo a Polícia Civil, Danilo Cândido, de 28 anos, foi denunciado pela própria vítima. A mulher e marido dela estiveram na delegacia para registrar a ocorrência.

A cliente contou à polícia, que esteve no estúdio do tatuador para fazer um orçamento. Ela teria sido imobilizada por ele, que também é lutador de artes marciais. Ao dominá-la, ele teria cometido o abuso.

Segundo o delegado que acompanha o caso, Pablo Borges Rigo, policiais estiveram no estúdio de tatuagem e identificaram que o cenário descrito pela vítima era o mesmo do local.

Foram coletados material genético e objetos pessoais, que vão passar por exame para comprovar o crime.

A vítima foi encaminhada para uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA) e fez passou por exames. A polícia continua investigando o caso.
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Com UTIs lotadas, Barra do Garças deve ou não aderir lockdown? 3 pacientes aguardam vagas

75.2%
23.5%
1.3%