30/07/2018 às 23h22min - Atualizada em 30/07/2018 às 23h22min

Engenheiro explica que recapeamento está sendo feito com microrrevestimento em Aragarças

O engenheiro responsável disse que o serviço ficará bom e pediu a compreensão da população respeitando a sinalização das ruas interditadas para aplicação do revestimento asfáltico

Assessoria
Araguaia Notícia

O engenheiro Márco Leite Júnior que faz parte da equipe técnica da prefeitura de Aragarças-GO divulgou uma nota de esclarecimento sobre o serviço que está sendo executado pela empresa AL Almeida na recuperaçõ de ruas no município que está sendo feito com microrrevestimento asfáltico. 

A nota esclarece sobre o serviço que está sendo feito e visando a preservação do pavimento já existente, foi adotada para este fim o serviço de microrrevestimento asfáltico, sendo a solução mais viável e econômica para atual situação.

O serviço consiste no objeto de reabilitar o pavimento asfáltico, conforme especificações técnicas sendo adotada soluções diferenciadas para cada tipo de pavimento, levando em consideração as condições de deterioração de cada ruas / avenidas, e que após criterioso levantamento definiu as soluções de revestimento com pmf ( pré misturado a frio ) com espessura de 5,0 cm nas ruas/avenidas com maior intensidade de tráfego e micro revestimento com espessura de 1,0 cm nas ruas / avenidas com áreas de revestimento asfáltico de 132.838,58 metros quadrados em micro revestimento e 3.532.56 metros quadrados em pmf.

O que é o Micro Revestimento?

Com o tempo o asfalto sofre um processo de envelhecimento, para sua preservação e utilizado este serviço, quando o pavimento apresenta uma aceitável capacidade estrutural. Sendo o momento ótimo para sua aplicação em tratamento de superfície.

Características e vantagens em relação a outras lamas comuns:
• Maior adesão ao pavimento existente;
• Liberação rápida ao tráfego;
• Maior resistência aos esforços tangenciais;
• Baixa suscetibilidade térmica;
• Maior elasticidade;
• Aplicação em maiores espessuras (permitindo uma regularização e ancoragem em 2 camadas, usualmente de 0,8 cm totalizando 1,6 cm);
• Excelentes características antiderrapantes;
• Maior durabilidade.

Espessuras:
• 0,6 a 2,0 cm por camada para aplicações regulares;
• 3,8 mm para operações de preenchimento de trilhas de rodas.

Do ponto de vista da aplicação:
• 2 a 3 minutos de tempo de mistura;
• 1 hora máxima para abertura ao tráfego;
• 1/2 hora máxima para a cura.

O microrrevestimento asfáltico segundo a NORMA DNIT 035/2018, tem o objetivo de selar, impermeabilizar ou rejuvenescer pavimentos asfálticos. Norma elaborada para especificação de serviço, controle de qualidade do serviço e dos materiais utilizados.

NORMA DNIT 035/2018
Opção pelo serviço:
• Quando aplicado no momento certo restabelece as condições adequadas ao rolamento;
• Permite a estratégia de reabilitação por etapas;
• Serve para todo tipo de tráfego;
• Anti-derrapante;
• Elimina o degrau em certas condições;
• Aplicação simples e rápida;
• Liberação rápida ao tráfego;
• Custo baixo e competitivo;

RECAPEAMENTO DAS VIAS COM PMF
O recapeamento das vias com PMF, consiste em recuperar as condições superficiais do revestimento com desprendimento de parte dos agregados, reforçando-o com o
acréscimo de uma camada de massa asfáltica, propiciando melhores condições de conforto ao rolamento por parte dos usuários e ao mesmo tempo protegendo e melhorando a estrutura do pavimento.
Os serviços básicos relativos a este tipo de intervenção são:
• Execução dos reparos localizados superficiais ou profundos, podendo-se fazer selagem de trincas e/ou operações de tapa-buracos;
• Pintura de ligação;
Recapeamento com 5,0 cm de Pré-Misturado à Frio (PMF).

Mais dois projetos já foram licitados, que terão início de imediato, com objetivo de terraplanagem e pavimentação de trechos de obras paralisadas desde 2009. 

Outros projetos estão sendo elaborados e encaminhados para aprovação nos devidos órgão responsáveis. O Departamento de engenharia tem se desdobrado para prestar o melhor serviço à sociedade e garantir que sejam empregados os recursos conforme projeto.

O engenheiro finaliza a nota de esclarecimento pedindo a compreensão da população afirmando que o serviço ficará bom ao final. Ele pediu também que a população respeite a sinalização de desvio de trafego, pois tem um pequeno tempo para liberação do mesmo.














Notícias Relacionadas »
Comentários »

Com UTIs lotadas, Barra do Garças deve ou não aderir lockdown? 3 pacientes aguardam vagas

75.1%
23.6%
1.3%