25/07/2018 às 07h42min - Atualizada em 25/07/2018 às 07h42min

Polícia investiga possível envenenamento de criança de 8 anos com creme de avelã

O fato foi registrado como tentativa de homicídio em Dom Aquino onde criança colocou na boca um creme de avelã e vomitou na sequencia

Assessoria / PJC - MT
Araguaia Notícia
A Polícia Judiciária Civil cumpriu dois mandados de buscas e apreensão no Hospital Municipal de Primavera do Leste (251 km ao Sul), na segunda-feira (23), e apreendeu dois prontuários médicos de dois pacientes, do caso de uma criança de 8 anos que  supostamente ingeriu doce envenenado, em abril desde ano.
 
O delegado Bruno Sérgio Magalhães Abreu  disse que o hospital vinha se recusando a fornecer os prontuários sobre a alegação de que somente, por ordem judicial, poderia entregar os documentos. O delegado representou pelas buscas e o Judiciário concedeu a ordem.
 
O fato foi registrado no dia 31 de março deste ano pelo Conselho Tutelar de Dom Aquino, que noticiou suposta tentativa de homicídio contra a criança. Segundo a criança, a avó havia chamado ela e o companheiro para dar uma volta e foram até o local de trabalho dela, onde deu o creme de avelã (Nutella) para comer.
 
A criança, que mora em Mato Grosso do Sul, chegou a colocar o creme na boca, sentiu um gosto diferente e cuspiu fora, já vomitando. A avó e o companheiro também ingeriram o doce com provável remédio e passaram mal no mesmo instante.
 
As investigações seguem para identificar se houve envenenamento. O laudo pericial da Politec também é aguardado para concluir a investigação.
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Com UTIs lotadas, Barra do Garças deve ou não aderir lockdown? 3 pacientes aguardam vagas

75.1%
23.6%
1.3%