10/07/2018 às 17h40min - Atualizada em 10/07/2018 às 17h40min

Morre pioneira de Barra do Garças que viu surgir os bairros Santo Antônio e Serrinha

Ronaldo Couto
Araguaia Notícia
Barra do Garças perdeu mais uma pioneira que viu a cidade crescer nos últimos anos. Faleceu aos 71 anos, a dona-de-casa Carmelita Carvalho da Silva 71 anos que ficou conhecida no município como a viúva do Bedego, que tinha um bar na rua Amazonas no bairro Santo Antônio.

Dona Carmelita estava internada há vinte dias na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Pronto Socorro devido a um derrame e complicações de saúde por causa da diabetes alta. Infelizmente ela não resistiu ao quadro clinico e faleceu por volta das 6 horas da manhã de terça-feira (10/7).

A pioneira foi casada por 50 anos com José Alves Farias Filho (Bedego) e acompanharam a formação de Barra do Garças com o surgimento do bairro Santo Antônio e posteriormente o desdobramento do bairro Serrinha aonde Carmelita chegou a ser presidente por um mandato.

O sr Bedego faleceu no mês de junho de 1995 e o bar que ele tinha na rua Amazonas continuou sendo ‘tocado’ pela família. Natural de Palmeiras de Goiás, Dona Carmela chegou bastante novinha para o município de Barra do Garças.
Ela deixa seis filhos: Adilson, Ailson, Adriana, Fábio, Katia e Angelita. O corpo da pioneira está sendo velada na Casa de Velório de Barra do Garças e o sepultamento será quarta-feira (11/7), às 9 horas da manhã, no cemitério do Nova Barra.

Deixo aqui as condolências do site Araguaia Notícia. Obs: Minha mãe, dona Eunice Vieira dos Santos (Japonesa) foi vizinha por muito tempo da dona Carmelita na rua Amazonas e a conhecia muito bem e deixa também os pêsames aos familiares.
 
 
 
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Com UTIs lotadas, Barra do Garças deve ou não aderir lockdown? 3 pacientes aguardam vagas

75.1%
23.6%
1.3%