05/07/2018 às 22h50min - Atualizada em 05/07/2018 às 22h50min

Pescador é detido por pesca ilegal de 141 kg de pirarucu no Araguaia

Francis Amorim / RDNews
Araguaia Notícia
Um pescador foi autuado pelo Ibama na Ilha do Bananal, em São Félix do Araguaia (a 1.159 km de Cuiabá), uma área proibida para a pesca. Ramiro Bandeira foi flagrado durante a Operação Espera, deflagrada pela Unidade de Barra do Garças no rio Araguaia. Com o infrator foram apreendidos 141 kg de pirarucu.

O pescador já havia sido preso em dezembro do ano passado por pescar no período da piracema e por caçar tartarugas da Amazônia. Além disso, ele teve os materiais de pesca e um barco e um motor apreendidos, mas voltou a praticar crimes ambientais.

A operação foi deflagrada no dia 22 e encerrada no dia 30 de junho, dentro da Semana do Meio Ambiente, que percorreu os municípios de Ribeirão Cascalheira, Novo Santo Antônio e São Félix do Araguaia. Além do pescador autuado, o Ibama apreendeu seis barcos, seis motores, uma canoa de fibra, 10 carretilhas de pesca com varas, sete molinetes, cinco caixas de instrumentos de pesca, 141 kg de pirarucu e 10 kg de pescado diversos; 12 tartarugas, quatro redes de pesca de pirarucu e três de naylon. Seis autos de infração foram lavrados e R$ 142 mil de multas aplicadas.

Segundo o chefe do Ibama em Barra do Garças, Leandro Nogueira, a operação teve como objetivo descapitalizar o infrator, apreendendo os apetrechos de pesca, já que as penas para os crimes ambientais ainda são brandas no país e o índice de reincidência é alto.

A operação teve o apoio da Polícia Militar, a ONG Aliança da Terra, responsável pelo Parque Estadual do Araguaia e prefeituras.
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Com UTIs lotadas, Barra do Garças deve ou não aderir lockdown? 3 pacientes aguardam vagas

75.1%
23.6%
1.3%