05/07/2018 às 18h30min - Atualizada em 05/07/2018 às 18h30min

Acusado de descumprir medidas protetivas é preso pela Polícia Civil

Agência da Notícia
Um jovem com mandado de prisão expedido pela Comarca de Porto Alegre do Norte teve a ordem judicial cumprida, na terça-feira (03.07), pela Polícia Judiciária Civil de Confresa. O suspeito, Breno Pereira Silva, 25, teve a prisão preventiva decretada por descumprimento de medidas protetivas contra a ex-companheira.

As investigações contra o suspeito iniciaram no dia 06 de junho, quando a vítima, de 19 anos, procurou a Delegacia de Confresa, para registrar a ocorrência contra o ex-companheiro. Segundo a comunicante, ela havia sido agredida pelo ex-convivente com tapas no rosto. Na ocasião, os policiais realizaram diligências para localizar e prender o suspeito, porém ele não foi encontrado.

Diante da situação, a vítima solicitou as medidas protetivas garantidas pela Lei Maria da Penha. Porém, inconformado com o fim do relacionamento, o acusado descumpriu as medidas protetivas impostas pela Justiça, e foi até a casa da vítima, onde novamente a agrediu com tapas no rosto. Ao presenciar a situação, o pai da vítima, de 68 anos, tentou intervir e também foi agredido com tapas no rosto.

A Polícia Militar chegou a ser acionada porém o suspeito fugiu tomando rumo ignorado. Diante da gravidade dos fatos e devido o suspeito ter descumprido a ordem judicial, o delegado André Rigonato representou pela prisão preventiva do acusado, que foi deferida pela Justiça, e devidamente cumprida pelos investigadores da Delegacia de Confresa.

“Uma vez realizada as medidas protetivas garantidas pela Lei Maria da Penha em favor da vítima, o agressor a partir do momento que é comunicado e informado, não pode em hipótese alguma descumpri-las sob pena de ser preso a qualquer momento pelo crime de descumprimento a ordem judicial”, explicou o delegado.

Após o término dos procedimentos, o suspeito foi encaminhado para a Cadeia Pública de Porto Alegre do Norte, onde permanecerá a disposição da Justiça.
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Com UTIs lotadas, Barra do Garças deve ou não aderir lockdown? 3 pacientes aguardam vagas

74.9%
23.7%
1.3%