01/07/2018 às 23h20min - Atualizada em 01/07/2018 às 23h20min

Comitiva do governo Pedro Taques visita 4 cidades do Araguaia no domingo

Assessoria Sinfra
Araguaia Notícia
Uma comitiva do Governo do Estado de Mato Grosso visita, domingo (01.07), quatro municípios da região do Araguaia. Composta com representantes da bancada federal e do legislativo estadual, a comitiva cumpriu agenda extensa com ações voltadas para melhoria da infraestrutura. Obras serão vistoriadas, entregues e anunciadas pela comitiva.

A primeira parada foi em Novo São Joaquim, onde foi vistoriado o andamento de duas obras de pavimentação da rodovia MT-110, que totalizam 55 km quilômetros. As obras são executadas pelo programa Pró-Estradas, da Secretaria de Estado de Infraestrutura e Logística (Sinfra).  

Em seguida, a comitiva seguiu por via terrestre para Campinápolis, onde foi realizado um encontro com produtores rurais no Sindicato Rural, no Parque de Exposição Nazuh Mehrez El Jamal.

No município, o Governo do Estado inaugurou a pavimentação de 48 km da rodovia estadual MT-251, que passa a ser intitulada Engenheiro Adélcio Batista Queiroz, que foi servidor da Sinfra por quase 40 anos e morreu no ano passado vítima de acidente de carro durante viagem.

Segundo o secretário da Sinfra, Marcelo Duarte, esta agenda do Governo do Estado tem como objetivo ouvir demadas locais, além de entregar obras executadas e falar com a sociedade sobre as futuras obras que ainda serão realizadas neste ano. 

A terceira cidade visitada pela comitiva foi Canarana, onde foi inaugurada a reconstrução de 37 km da rodovia MT-326, um antigo sonho da população local, que, no passado, sofreu com as más condições da rodovia. 

A viagem da comitiva se encerrou em Nova Nazaré, onde teve uma apresentação na Câmara de Vereadores do projeto da ponte sobre o Rio das Mortes e a assinatura de ordem de serviço para realização da construção de pontes de concreto ao longo da rodovia MT-326.
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Com UTIs lotadas, Barra do Garças deve ou não aderir lockdown? 3 pacientes aguardam vagas

75.1%
23.6%
1.3%