23/04/2013 às 15h46min - Atualizada em 23/04/2013 às 15h46min

Convidada para ser presidente do MD em MT, deputada afirma que ouvirá bases

Olhar Direto
Olhar Direto

A deputada estadual Luciane Bezerra confirmou agora pouco que foi convidada para ser presidente do mais novo partido do Brasil, da Mobilização Democrática (MD). Ela cumpre agenda nesta segunda-feira (22) na região de Barra do Garças. “Sim, eu recebi convite do prefeito de Rondonópolis, Percival Muniz, e estou avaliando com os amigos os prós e contras de mudança de partido a um ano e meio da eleição”, completou.

A preocupação da parlamentar é se existe algum risco de perda de mandato e como sua base eleitoral absorverá uma decisão dessa. Ela destacou que o MD surge da fusão do PPS e PMN para ficar na base do governador do Pernambuco, Eduardo Campos (PSB), que é pré-candidato a presidente do Brasil e em Mato Grosso mantém unidos os partidos que estiveram no projeto ‘Mato Grosso Muito Mais’.

Luciane prefere não aprofundar o assunto no momento sem antes consultar a sua base eleitoral. A deputada fez uma avaliação rápida do processo eleitoral se avizinha. O grupo que elegeu Mauro Mendes prefeito de Cuiabá deve lançar o senador Pedro Taques (PDT) a governo. E perguntada se amizade de Mauro com o senador Blairo Maggi (PR) pode influenciar e até mesmo tirar Mendes do palanque de Taques , caso Blairo seja candidato, a deputada acredita que não.

Ela destacou que também é amiga do senador Blairo. Segundo ela, amizade é uma coisa e política é outra. “Eu também sou amigo do Blairo, mas Mendes deve marchar com Taques se ele aceitar o convite de ser candidato a governo” frisou. Luciane acredita que Blairo só será candidato a governo se Mato Grosso tiver sucesso na Copa.

A deputada deixou claro que torce para que Mato Grosso se dê bem na copa. Luciane visitou a prefeita de Pontal, Divina Oda (PSB), no início da tarde e depois o presidente do Sindicato Rural, Eduardo Baroni. À noite, ela participa de fórum de debates com universitários na Faculdade Cathedral. A parlamentar está acompanhada do ex-presidente da OAB-BG, Sandro Saggin. 


Notícias Relacionadas »
Comentários »

Com UTIs lotadas, Barra do Garças deve ou não aderir lockdown? 3 pacientes aguardam vagas

75.1%
23.6%
1.3%