19/04/2013 às 18h33min - Atualizada em 19/04/2013 às 18h33min

Daltinho convoca aliados para avaliar intervenção em PMDB de Barra

Olhar Direto
Reprodução

O deputado estadual Adalto de Freitas, Daltinho, que foi destituído da presidência do diretório municipal do PMDB de Barra do Garças, se reune com aliados em Cuiabá para avaliar a decisão de intervenção anunciada pela executiva estadual do PMDB que decidiu dissolver o diretório e nomear uma comissão provisória para cuidar do partido na cidade. Daltinho que está retornando de uma viagem a África do Sul, conta que ficou sabendo da decisão pela imprensa e vê nessa decisão mais uma perseguição dos caciques do partido ao nome dele.

O deputado barra-garcense convocou os aliados para juntos tomar uma decisão. Uma das hipóteses é que Daltinho vai recorrer desta intervenção junto ao diretório nacional do PMDB onde goza da simpatia do vice-presidente da República, Michel Temer.
Um dos convidados para reunião, o vereador Welinton Mandioquinha (PMDB), não pode ir alegando compromissos anteriores em Barra. “Essa reunião é para entender o que está acontecendo nós ficamos sabendo pela imprensa e eu pelo secretário Romário”, completou.

Mandioquinha disse que é contra sair do partido e acredita que o primeiro passo é o entendimento. Foram convidados para reunião em Cuiabá, o vereador Reinaldo Chocolate e o vice-presidente do partido, Raimundo Parrião.
Outra hipótese possível é Daltinho anunciar sua saída do partido. Ele mesmo já comentou na imprensa o interesse de migrar para outro partido e citou o caso do Partido da Solidariedade (PS) que está sendo criado.

O inferno astral de Daltinho dentro do PMDB se arrasta desde 2010 quando foi derrotado para deputado estadual e passou a fazer críticas ao governador Silval Barbosa. Recentemente ele entrou em divergência com Bezerra por causa da nomeação de Romário para Secretaria Municipal de Turismo.

Além de não concordar, Daltinho teria articulado um processo de expulsão do secretário que só não foi a frente porque o diretório está irregular.

O secretário de Turismo de Barra do Garças, Romário Queiroz, foi convidado por Carlos Bezerra para ser o presidente interino do partido. Romário adiantou que já convidou os vereadores Chocolate e Mandioquinha para participarem da comissão provisória que será anunciada na semana que vem.

Bezerra explicou a Romário que a intervenção se deve ao fato que o diretório de Barra está irregular, pois não registrou junto ao diretório estadual a eleição de renovação dos membros da executiva fato que somente foi descoberto quando tentou registrar o processo de expulsão contra Romário. 


Notícias Relacionadas »
Comentários »

Com UTIs lotadas, Barra do Garças deve ou não aderir lockdown? 3 pacientes aguardam vagas

75.0%
23.7%
1.3%