18/04/2013 às 15h07min - Atualizada em 18/04/2013 às 15h07min

Acusado de furto usava bíblia para distrair vítimas durante furtos

Olhar Direto
Olhar Direto

O acusado Wender Gomes Araújo, 28 anos, foi preso com mercadorias que ele subtraiu em supermercado em Aragarças-GO, divisa com Mato Grosso. O fato pitoresco na ação deste criminoso é que ele usava a bíblia para distrair as vítimas e efetuar os furtos. Na manhã de quarta-feira (17), ele estava com 12 frascos de energéticos e seis aparelhos de barbear que ele pegou no Supermercado Extraforte e quando estava na rua foi abordado e preso pela Polícia Militar (PM).

Usando um paletó com gravata, Wender se identifica como evangélico para ganhar a confiança das pessoas. O soldado Nascimento informou que a PM já tinha várias ligações de pessoas que desconfiavam da ação de Wender que é também conhecido como Salgadeiro ou Sapinho. “Ele é um velho conhecido da polícia e agora estava usando do argumento de ser evangélico para se aproximar das vítimas”, completou o policial.

Wender já foi anteriormente quando furtou um forno microondas numa loja de eletrodomésticos em Barra do Garças e estava carregando o aparelho nas costas quando foi preso no posto fiscal de Pontal do Araguaia. Ele também já furtou no Supermercado Megafruti em Aragarças.

O acusado alega que é dependente químico e não consegue largar as drogas. Segundo ele, furta para comprar entorpecentes. Perguntando sobre as roupas e a bíblia, ele explicou que ganhou de alguns ‘irmãos’ numa referência aos evangélicos que estavam auxiliando a ele largar as drogas. Ele já esteve internado por um período numa casa de recuperação, mas consegue se desvencilhar das drogas e voltou para as ruas.

Hoje, Wender mora debaixo da ponte juntamente com moradores de rua. A família dele é de Barra do Garças. Indagado se gostaria de ter uma nova chance para sair das drogas, o acusado disse que sim. Porém, desta vez, terá que ficar um tempo atrás das grades por causa dos furtos. 


Notícias Relacionadas »
Comentários »

Com UTIs lotadas, Barra do Garças deve ou não aderir lockdown? 3 pacientes aguardam vagas

75.1%
23.6%
1.3%