07/06/2018 às 23h43min - Atualizada em 07/06/2018 às 23h43min

Vereador de Cuiabá vai fiscalizar Secretaria e PM é chamada- veja vídeo

Abílio Junior afirma que estava buscando informações para averiguar uma denúncia que recebeu

Gazeta Digital / edição: Kassu Agua Boa News
Araguaia Notícia


O vereador Abílio Brunini Junior (PSC) denunciou nesta quinta-feira (7), uma tentativa de "obstrução de fiscalização" na Secretaria municipal de Saúde de Cuiabá. O parlamentar gravou um vídeo na tarde desta quarta-feira (6), onde policiais militares aparecem dentro da secretaria informando que foram atender uma ocorrência.

"Estou aqui aguardando o jurídico da secretaria de Saúde de Cuiabá e alguém chamou a polícia pra mim na secretaria durante uma fiscalização", diz o vereador.



Nas imagens, os 2 militares informam que foram acionados para atender uma ocorrência na secretária porque haveria um problema com um vereador.

Abílio Junior afirma que estava buscando informações para averiguar uma denúncia que recebeu, sobre um levantamento que estaria ocorrendo sobre as indicações políticas que estaria ocorrendo na Pasta.

Na gravação, Abílio ainda solicita que uma funcionária acesse a Lei Orgânica do Município para ler o artigo que permite os vereadores de "Fiscalizar e controlar os atos do Poder Executivo, incluindo os da Administração indireta, sendo garantido, inclusive, livre acesso e trânsito aos vereadores, durante o horário de expediente, em todos os órgãos ou repartições do Município, podendo diligenciar-se pessoalmente junto aos responsáveis no momento da diligência para fiscalizar, coletar ou copiar no local ou em outro que vier a ser autorizado pela autoridade administrativa competente informações ou documentos de interesse público".

O vereador alega que ficou quase 4 horas na Pasta para buscar as informações. Porém, afirma que após a saída da Oolícia o secretário-adjunto da Pasta proibiu que o vereador tivesse acesso a documentos e o expulsou.

Os vídeos foram mostrados aos demais parlamentares na sessão de hoje. O presidente da Câmara, vereador Justino Malheiros (PV), disse que o assunto será tratado no Colégio de Líderes, convocada para a próxima segunda (11).
 
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Com UTIs lotadas, Barra do Garças deve ou não aderir lockdown? 3 pacientes aguardam vagas

74.3%
24.3%
1.4%