07/06/2018 às 18h05min - Atualizada em 07/06/2018 às 18h05min

Retomada da obra no Residencial Carvalho de Barra do Garças depende do Ministério das Cidades

Dhyego Rodrigues / Secom - BG
Araguaia Notícia
A obra pertence ao governo federal e está inacabada
Em reunião realizada entre o gerente regional da Caixa Econômica Federal (CEF), José Luiz Dias e a secretária municipal de assistência social, Viviane Sales, foi definido um entendimento entre a CEF e a empreiteira para a continuidade das obras do Residencial Carvalho I, II e III, que fazem parte do Programa Minha Casa, Minha Vida.

De acordo com Viviane, a empresa responsável pela retomada da obra será a construtora Rosecon, que ganhou o chamamento público realizado pela Caixa. A expectativa, segundo a secretaria, é de que a solicitação da CEF chegue ao Ministério das Cidades até a primeira quinzena de junho de 2018 para então dar retorno a obra que está paralisada desde 2013 por falta de recursos.

“A previsão é de que a empresa contratada para o retorno da construção faça a entrega das 1.436 residências a partir de abril de 2019, sendo que esse cronograma poderá sofrer alterações”. Disse Viviane Sales. Vale ressaltar que as tratativas pelo reinício das obras acontecem desde a data da sua paralização, mostrando o empenho do Poder Executivo Municipal de garantir a dignidades das famílias barra-garcenses
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Com UTIs lotadas, Barra do Garças deve ou não aderir lockdown? 3 pacientes aguardam vagas

74.1%
24.5%
1.4%