16/04/2013 às 13h48min - Atualizada em 16/04/2013 às 13h48min

Jovem que matou taxista volta a ser preso após cometer quatro assaltos

Olhar Direto
Olhar Direto

Apesar da pouca idade, Muriel Renão de Matos, 18 anos, já tem uma ficha policial impressionante com vários assaltos e até mesmo um latrocínio nas costas. Ele foi preso novamente pela polícia barra-garcense sexta-feira (12) após cometer quatro assaltos sendo dois em Barra do Garças e dois na cidade de Primavera do Leste onde mora.

Em Primavera, ele assaltou uma vítima roubando R$ 500,00 e dois aparelhos celulares no início da semana passada e depois roubou uma loja de onde pegou R$ 32 mil em dinheiro e jóias e seguiu para Barra do Garças. Parte do dinheiro ele usou para comprar a moto que estava usando.

Em Barra, ele estava na companhia da namorada ‘T.S’ de 15 anos que o ajudou em dois assaltos na mesma noite de quinta-feira (11) em estabelecimentos comerciais. No roubo na avenida Gabriel Ferreira ele pegou uma corrente de ouro. E foi justamente essa corrente de ouro que ajudou a prender Muriel.

Na sexta-feira (12), ele estava circulando pela cidade com a conte e foi reconhecido por um moto-taxista amigo da vítima que chamou a polícia e fez a detenção do acusado. Em 2010, Muriel tinha 16 anos e participou do latrocínio do taxista Adalberto Barbosa de Queiroz, 59 anos, morto com o tiro na nuca. A vítima teria implorado para não ser executada aos menores e disparo teria sido feito por Muriel que ficou dois anos internado por causa disso.

Os adolescentes pegaram uma corrida da rodoviária para o São José onde anunciaram o assalto e obrigaram o motorista a seguir até General Carneiro onde cometeram o crime. Os criminosos foram presos, na época, porque furaram o pneu próximo ao Paredão Grande e forma descobertos pela polícia.

Durante sua prisão sexta-feira (12), ele ainda tentou correr da polícia. O fato aconteceu no momento que os policiais estavam com ele diligenciando atrás do revolver usado nos assaltos. No percurso à residência da avó, numa passagem com inclinação escorregadia, o acusado tentou escapar, desvencilhando-se do policial que o conduzia, mas foi contido.

A arma do crime, calibre 32, e a moto usadas nos assaltos por Muriel foram apreendidas e entregues na Derf de Barra do Garças. 


Notícias Relacionadas »
Comentários »

Com UTIs lotadas, Barra do Garças deve ou não aderir lockdown? 3 pacientes aguardam vagas

75.1%
23.6%
1.3%