28/05/2018 às 14h21min - Atualizada em 28/05/2018 às 14h21min

Ex-artista plástico é torturado, assassinado e tem corpo queimado em Aragarças

Vanderlei era um cidadão comum que se envolveu nas drogas e morreu de uma forma trágica. O corpo dele foi encontrado carbonizado e com sinais de tortura.

Ronaldo Couto
Araguaia Notícia
Mais um crime brutal entra na lista dos casos para serem esclarecidos pela Polícia Civil do município de Aragarças-GO na divisa com Mato Grosso. O ex-artista plástico que se tornou usuário de drogas, Vanderlei Luiz do Nascimento, 32 anos, conhecido como Garrincha, foi encontrado morto cruelmente numa área ao lado do Cruzeirão no bairro Alto Horizonte, na manhã de segunda-feira (28/5).

De acordo com a Polícia Civil, o homem estava com sinais de torturas onde suspostamente foi amarrado e torturado e depois assassinado provavelmente com golpes de faca e teve o corpo carbonizado. O crime pode ter acontecido ali mesmo no terreno baldio há setenta metros das casas do setor Alto Horizonte.

Alguns populares disseram que Garrincha era um morador do bairro e tinha uma vida normal no passado quando chegou a conceder entrevistas na imprensa como artista plástico e fazia pinturas em cerâmica usando os dedos no lugar dos pinceis. Só que Vanderlei, infelizmente, se envolveu com as drogas e se tornou dependente químico ao ponto de cometer crimes para manter o vício.

A Polícia Civil informou que ele tinha passagens por furto, roubo e uso de entorpecentes. Garrincha chegou a morar debaixo da ponte. Os policiais suspeitam que a morte dele foi provocada por causa de acerto de contas devido ao uso de drogas.

O local do ocorrido foi periciado pela Polícia Cientifica, que veio de Iporá, e o corpo liberado para sepultamento para família logo na sequencia pelo IML. O caso será investigado a partir de agora pelo delegado Ricardo Galvão.




Notícias Relacionadas »
Comentários »

Se a empresa de Água continuar com serviço irregular, o que deve ser feito pelo prefeito? Deixê a sua opinião internauta

1.1%
4.6%
16.9%
77.3%