24/05/2018 às 12h30min - Atualizada em 24/05/2018 às 12h30min

Base Comunitária de Segurança é reinaugurada em Barra do Garças

O espaço compreende também uma delegacia de Polícia Civil e atenderá 30 bairros da região do grande São José.

Eliana Bess | PM/MT
Araguaia Notícia
Depois de dois anos desativada, Base Comunitária de Segurança do bairro São José, em Barra do Garças é reinaugurada. A ação foi viabilizada, na terça-feira (21.05), pelo 5º Comando Regional de Polícia Militar do Estado de Mato Grosso, em parceria com o poder executivo e legislativo municipais. Atenderá 30 bairros da região do grande bairro São José, uma  área carente, onde os índices de roubos e furtos são constantes.  E o trabalho da equipe começou já no dia da inauguração, com a prisão de traficantes com quase três quilos de maconha.

“Estamos descentralizando o policiamento, com duas viaturas atendendo 24h e também o grupo Garra em rondas e com um tenente PM como comandante. É um desejo antigo da população, que sofreu um grande impacto quando foi desativada há dois anos, pois tinha sido uma conquista idealizada pelos moradores há época da criação, 10 anos atrás”, explicou o comandante do 5º CR, coronel Maurício Monteiro Domingues.

O espaço recebeu reforma geral e abrigará além da Base Comunitária, uma delegacia da Polícia Civil, facilitando ainda mais o andamento do trabalho.

Autoridades municipais, entre elas o prefeito da cidade, Roberto Farias, vereadores e secretários, além do judiciário, a promotora Luciana Abrão, o delegado regional  Adilson Gonçalves e militares prestigiaram a solenidade de reinauração.

Apreensão

No mesmo dia da solenidade, Elcielio Duques da Cunha, 40 anos, foi preso com quase 3kg de maconha, na Rua Delvita Galvão, no bairro São José, na terça-feira (22.05). Eram dois tabletes e dois pedaços, além de porções fracionadas da droga.  No local, apesar de portões fechados, ouvia-se sobre o comércio de entorpecentes.

Nos últimos dias, segundo as denúncias, o suspeito usava uma motocicleta Falcon e uma camioneta S-10 preta, modelo antigo para fazer a entrega da droga. Ele se preparava para fazer uma delas, próximo ao estádio Zeca Costa, quando foi detido.

Com apoio da Agência Regional de Inteligência, o suspeito foi seguido e ao perceber, tentou fugir. Foi abordado e localizado o pacote com cocaína e, na camionete que ele dirigia, havia forte cheiro da droga.

Na residência do suspeito, no Bairro São José, em cima de uma escrivaninha, uma carteira com documentos pessoais do indivíduo e ao lado dela, uma porção de maconha. Um pote com diversas embalagens que são usadas para o transporte da droga estavam na parte de cima do guarda-roupa, sendo que 8 delas estavam cheias e 85 vazias. Na parte de baixo do guarda-roupa havia dois tabletes de maconha e um pote com a porções da droga. No armário da cozinha também tinha potes com frações de cocaína, que ao serem pesadas, eram quase dois quilos.

Foram encontrados ainda: balança de precisão, rolo vazio de plástico filme, faca com resquício de maconha, um pacote grande de ácido bórico, uma garrafinha de éter e mais dois invólucros de cocaína dentro de um short.

Dois advogados do suspeito compareceram à Central de Atendimento, onde o Boletim de Ocorrências era registrado, sendo identificados pela inicial A. e o outro R.C.F., que acompanharam a ocorrência até o fim.

No mesmo bairro e dia, às 23h10, a viatura em rondas pela Rua Cristóvão de Jesus, deparou-se com R.P.R., 44 anos, com cocaína no bolso. Ele alegou ser usuário e foi encaminhado para a Delegacia de Polícia Judiciária Civil, juntamente com a droga.

Notícias Relacionadas »
Comentários »

Com UTIs lotadas, Barra do Garças deve ou não aderir lockdown? 3 pacientes aguardam vagas

75.1%
23.6%
1.3%