23/05/2018 às 16h37min - Atualizada em 23/05/2018 às 16h37min

Prefeitura de Barra explica que quebra-molas que derrubaram motociclistas na rodovia foram alterados pelo DNIT

Motociclistas que acostumaram passar correndo pelos quebra-molas tiveram uma surpresa perto da Havan e Vascovel em Barra do Garças. Houve uma alteração feita pelo DNIT e alguns acidentes aconteceram. O serviço foi de responsabilidade do DNIT.

Ronaldo Couto
Araguaia Notícia
Assessoria
A assessoria de comunicação da prefeitura de Barra do Garças enviou na quarta-feira (23/5) uma nota de esclarecimento de que o serviço de reforma dos redutores de velocidade (quebra-molas) da avenida Valdon Varjão, no perímetro da Br 070, foi executado pelo DNIT e não tem nada a ver com a prefeitura.

Essa nota se deve ao número de acidentes que ocorreram de terça para quarta-feira logo após o DNIT alterar os quebra-molas que foram ‘aumentados’ perto da Havan e da Vascovel para diminuir a velocidade dos veículos.

A assessoria de comunicação explica, que apesar de não ser de responsabilidade do município por ser uma rodovia federal, a prefeitura está cobrando o DNIT para que se façam as adequações necessárias e sinalização e pintura com urgência para evitar que causem mais acidentes no trecho.

Ontem a revolta foi muito grande de motoristas que caíram e foram parar no Pronto Socorro com dois que quebram o braço. “Aumentaram o tamanho dos quebra-molas e não avisaram por isso que estão caindo gente aqui”, disse um internauta.

A Polícia Rodoviária Federal(PRF) esteve no trecho avisando os motoristas por volta das 18 horas logo depois de um acidente e um patrulheiro comentou que excesso de velocidade é o que provoca esse tipo de queda. “Aqui existe um limite de velocidade se o motociclista estivesse dentro permitido ele iria ver o quebra-mola e não iria cair”, completou.
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Com UTIs lotadas, Barra do Garças deve ou não aderir lockdown? 3 pacientes aguardam vagas

75.0%
23.7%
1.3%