22/05/2018 às 11h27min - Atualizada em 22/05/2018 às 11h27min

Piloto faz pouso de emergência próximo a represa de GO

Segundo a Polícia Militar da cidade, ninguém ficou ferido. Investigação do acidente deve começar na terça-feira (22).

G1 GO
Araguaia Notícia
O piloto da aeronave PU-DFK, que ainda não teve a identidade confirmada, precisou realizar um pouso de emergência em Água Limpa, no sul de Goiás, nesta segunda-feira (21). A Polícia Militar da cidade informou que o homem que conduzia o veículo estava sozinho e ninguém ficou ferido por causa do acidente.
 
“Esse ultraleve saiu de Goiânia e quando sobrevoou por Água Limpa, a 50 km de Caldas Novas, veio a cair. O piloto está bem e ficando aqui na cidade para aguardar a perícia”, disse o sargento da PM Matheus Júnior.
 
A Força Aérea Brasileira (FAB) informou, por meio de nota, que o Sexto Serviço Regional de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Seripa), que é o órgão regional do Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa), irá começar a investigação na terça-feira (22).
 
Conforme o texto, a ação “possui o objetivo de coletar dados: fotografar cenas, retirar partes da aeronave para análise, reunir documentos e ouvir relatos de pessoas que possam ter observado a sequência de eventos”.

Aeronave PU-DFK pousa parcialmente sobre pequena represa (Foto: Reprodução/TV Anhanguera)

Aeronave PU-DFK pousa parcialmente sobre pequena represa (Foto: Reprodução/TV Anhanguera)


O locutor e vigilante Leonardo Silva, de 34 anos, contou que a aeronave passou bem perto das casas da cidade e pousou quase dentro de um pequena represa nas margens do município. Segundo ele, o veículo ficou com o bico dentro da água e foi usado um trator para retirar a parte submersa.
 
“Ele sobrevoou bem baixinho os telhados. Deu um pouco de medo. É raridade acontecer alguma coisa assim, nunca tinha acontecido. Foi a primeira vez. Todo mundo viu, porque a cidade é bem pequena”, relatou.
 
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Com UTIs lotadas, Barra do Garças deve ou não aderir lockdown? 3 pacientes aguardam vagas

75.0%
23.7%
1.3%