21/05/2018 às 07h29min - Atualizada em 21/05/2018 às 07h29min

Governo de MT avisa que vacinação contra febre aftosa segue até 31 de maio

Segundo a presidente do Indea, Daniella Bueno, há 11 anos Mato Grosso mantém o índice de vacinação acima de 99%.

Dayanne Santana | Indea - MT
Araguaia Notícia
A primeira etapa de vacinação contra a febre aftosa segue até o dia 31 de maio em Mato Grosso. Dados do Instituto de Defesa Agropecuária do Estado de Mato Grosso (Indea-MT), mostram que até o dia 16 deste mês, foram declaradas a vacinação de mais de 5,9 milhões de animais, cerca de 21,48% do total do rebanho bovino e bubalino do estado, distribuídos em 23.503 estabelecimentos rurais, o que representa 21,97% do total de propriedades.

Segundo a presidente do Indea, Daniella Bueno, há 11 anos Mato Grosso mantém o índice de vacinação acima de 99%. “Esse dado representa o comprometimento do produtor rural, do serviço veterinário oficial e de todos os demais envolvidos na cadeia produtiva”.

Nesta etapa é obrigatória a imunização de todos os bovinos e bubalinos, de mamando a caducando, com exceção para os animais de propriedades localizadas no baixo pantanal mato-grossense.

Após a imunização do rebanho, o produtor deve fazer a declaração da vacinação com a contagem dos animais por idade e sexo, juntamente da Nota Fiscal da compra das vacinas e apresentar no Indea do seu município, até o dia 11 de junho. É importante que o produtor realize a comunicação o quanto antes, evitar deixar para os últimos dias.

A multa para quem deixar de vacinar o rebanho dentro do período da campanha é de 1 UPF (Unidade Padrão de Fiscal) por cabeça de gado não vacinado. O produtor que atrasar a comunicação fica impossibilitado de emitir a Guia de Trânsito Animal (GTA) por um período mínimo de 30 dias.
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Se a empresa de Água continuar com serviço irregular, o que deve ser feito pelo prefeito? Deixê a sua opinião internauta

1.0%
3.7%
11.6%
83.7%