15/05/2018 às 23h47min - Atualizada em 15/05/2018 às 23h47min

Índia denuncia ter sido violentada sexualmente em São Felix do Araguaia

Depois de lutar com o agressor, a mulher conseguiu correr e chamar a polícia.

G1 MT
Araguaia Notícia
Uma índia da etnia Karajá, de 38 anos, denunciou ter sido estuprada no domingo (13), durante uma festa popular, em São Félix do Araguaia, a 1.159 km de Cuiabá. De acordo com o boletim de ocorrência da Polícia Militar, o suspeito é conhecido na cidade e tem várias passagens por roubos e furtos. Ele fugiu e ainda não foi preso.

A vítima, que é técnica de enfermagem e atua na aldeia, contou que estava em uma festa de comemoração do aniversário da cidade, quando o suspeito se aproximou dela e dos amigos, mas eles não imaginavam que o criminoso pudesse cometer o crime.

Depois de um tempo próximo dela e dos amigos, o suspeito brigou com um dos índios que estavam no evento.

Em um momento que estava sozinha, o homem a agrediu e tentou levá-la para um local afastado dos outros. Ele tirou a roupa dela à força e a estuprou.

Um dos índios que acompanhava a vítima percebeu o que estava acontecendo e tentou socorrê-la, mas foi ameaçado pelo homem que estava armado com um canivete.

Depois de lutar com o agressor, a mulher conseguiu correr e chamar a polícia.

O suspeito fugiu. A polícia vai investigar o caso.

A índia, de 38 anos, mora na aldeia Santa Isabel, que fica na divisa de Mato Grosso com Tocantins, a cerca de 30 km de São Félix do Araguaia.
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Com UTIs lotadas, Barra do Garças deve ou não aderir lockdown? 3 pacientes aguardam vagas

75.1%
23.6%
1.3%