10/04/2013 às 13h16min - Atualizada em 10/04/2013 às 13h16min

Líderes políticos cobram de Sérgio Ricardo liberação da licitação do MT Integrado

Olhar Direto
Facebook

O pedido de suspensão da licitação do MT Integrado por parte do conselheiro Sérgio Ricardo não agradou a lideranças políticas do Alto Araguaia que aguardam há anos a pavimentação da MT 100 das rodovias em questão. O vereador Arlan Catulé de Ribeirãozinho, 495 km de Cuiabá, é um dos chateados com a situação. O peemedebista realiza uma campanha na rede social onde pede para o conselheiro liberar a licitação do MT Integrado.

A postagem já atingiu mais de quinhentos compartilhamentos e mais de trezentos comentários. Segundo o peemedebista, a região entende a preocupação do conselheiro, todavia pode pressa na solução das pendencias mencionadas para que a licitação seja novamente remarcada.

No final de março, o conselheiro deu parecer contrário a licitação do MT Integrado alegando falta de transparência e divulgação dos editais para pavimentação de seis rodovias com recursos previsto na ordem de R$ 413 milhões. O projeto MT Integrado prevê a interligação pela via asfáltica de 44 municípios a capital Cuiabá.

Catulé foi o mesmo vereador que chorou em fevereiro quando houve o cancelamento deste edital. Pela terceira vez somente neste ano é cancelada a licitação da MT. O prefeito de Barra do Garças, Roberto Farias (PSD) liderou uma visita de prefeitos da região ao presidente da Assembléia Legislativa, José Riva, pedindo apoio do legislativo para resolver as pendencias mencionadas pelo conselheiro Sergio. 


Notícias Relacionadas »
Comentários »

Com UTIs lotadas, Barra do Garças deve ou não aderir lockdown? 3 pacientes aguardam vagas

75.1%
23.6%
1.3%