09/05/2018 às 20h48min - Atualizada em 09/05/2018 às 20h48min

Municípios do Araguaia se mobilizam para receber recursos para a saúde

O grupo foi liderado pelo presidente do consórcio da região do Garças Araguaia e prefeito de Barra do Garças, Roberto Farias, que considerou injusta a exclusão da região na distribuição do montante.

Agência de Notícias da AMM
Araguaia Notícia
Crédito Prefeitura-BG
Os municípios do Araguaia reivindicaram nesta terça-feira (8) a redistribuição dos recursos das emendas impositivas para a saúde. O assunto foi tratado durante a reunião dos presidentes de consórcios intermunicipais de saúde com a bancada federal mato-grossense, em Brasília. O objetivo dos gestores era garantir que a região tenha participação na divisão dos R$ 56 milhões e que devem contribuir com o custeio dos hospitais regionais.

O grupo foi liderado pelo presidente do consórcio da região do Garças Araguaia e prefeito de Barra do Garças, Roberto Farias, que considerou injusta a exclusão da região na distribuição do montante. “A proposta preliminar era muito injusta para a região Araguaia, por isso reagimos junto com os colegas e hoje viemos sensibilizar os nossos parlamentares para a inclusão de nossa região na divisão dos recursos para a saúde do Estado”, ressaltou.

O presidente do consórcio de saúde do Araguaia e Xingu e prefeito de Confresa, Rônio Condão, lembrou que a região possui quatro hospitais regionais que atendem a quase 300 mil habitantes do estado, além de pacientes dos estados de Goiás e do Pará.

Os representantes da bancada concordaram em rediscutir a liberação das emendas para incluir os municípios do Araguaia na distribuição. A reunião também contou com a presença da presidente do consórcio do Araguaia e prefeita de São Félix do Araguaia, Janailza Taveira, do prefeito de General Carneiro, Marcelo Aquino, vereadores e representantes dos demais consórcios.
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Se a empresa de Água continuar com serviço irregular, o que deve ser feito pelo prefeito? Deixê a sua opinião internauta

1.1%
4.6%
16.9%
77.3%