02/05/2018 às 11h22min - Atualizada em 02/05/2018 às 11h22min

Polícia Civil de Barra do Garças dá continuidade às ações do programa Fazenda Segura no Araguaia

Assessoria / PJC MT
Araguaia Notícia
Reprodução / Ilustrativa
A Polícia Judiciária Civil de Barra do Garças (MT), em conjunto com outras forças de Segurança Pública, e produtores rurais da região tem intensificado a troca de informações para coibir ocorrências de roubos e furtos de gado.

O projeto Fazenda Segura foi lançado em 08 de março deste ano e até o momento conta com aproximadamente 170 pecuaristas.

Além da Polícia Civil e dos produtores rurais – por meio da Associação dos Criadores de Mato Grosso (Acrimat) e do Sindicato Rural de Barra do Garças -, também integram a ação conjunta a Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec) e a Polícia Militar.

Participam do projeto fazendas nos municípios de Barra do Garças, Pontal do Araguaia, Ribeirãozinho, Novo São Joaquim, General Carneiro, Torixoréu e Araguaiana.

De acordo com o delegado da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (DERF) de Barra do Garças, Wilyney Santana Borges, o objetivo do “Fazenda Segura” é proporcionar maior sensação de segurança no campo, aproximando o produtor rural dos órgãos de segurança pública, buscando prevenir e reprimir de forma célere as atividades criminosas na região.

As propriedades rurais dos municípios integrantes foram cadastradas e mapeadas para acompanhamento, orientação preventiva e também para reunir informações que possam subsidiar as investigações conduzidas pela Polícia Civil.

O projeto realiza ainda ações de conscientização dos comerciantes sobre a ilicitude de comprar carne clandestina (sem procedência comprovada) – que além do risco à saúde pública, configura o crime de receptação.

Notícias Relacionadas »
Comentários »

Se a empresa de Água continuar com serviço irregular, o que deve ser feito pelo prefeito? Deixê a sua opinião internauta

1.1%
4.6%
16.9%
77.3%