04/04/2013 às 12h28min - Atualizada em 04/04/2013 às 12h28min

Bando agride e faz empresário refém em assalto; um dos suspeitos é comerciante

Olhar Direto
Reprodução

A família de um empresário do ramo de madeiras de Água Boa, 730 km de Cuiabá, foi rendida durante assalto por volta das 23 horas de terça-feira (2). Quatro elementos armados na companhia de uma mulher pegaram João Marcos Wiedtheuper, filho do dono da Madeireira Yucumã, Marco Aurélio Wiedtheuper, como refém, no momento que ele chegava em casa.

O bando entrou na residencia onde dominaram a namorada de João Marcos e o primo Roberto Wiedtheuper. O empresário levou uma coronha no rosto e os parentes foram trancados no banheiro. Após furtarem objetos na casa, a quadrilha seguiu mantendo João Marcos como refém para empresa da família onde pegaram R$ 6 mil em dinheiro.

Na fuga, os bandidos usaram a caminhonete do empresário que foi abandonada posteriormente e ele foi solto. O bando continuou a fuga em um Uno cor prata. O mais surpreendente vem agora, a informação que um comerciante teria participado do assalto.

UM DOS DETIDOS É ESPOSA DE COMERCIANTE

A quadrilha fugiu sentido Nova Nazaré onde se deparou com uma barreira da PM sob comando do sargento Jesus. Três elementos correram para o mato e dois que estavam no carro foram detidos: Wedila Peres Cardoso, 26 anos, que é esposa do comerciante suspeito de ter participado do assalto; e Felipe Pereira Santana, 20 anos, com passagens por violação de domicílio e danos.

Os suspeitos foram detidos por volta da zero hora e trinta minutos desta quarta-feira (3). Segundo o sargento, Wedila nega a participação no assalto e diz que o esposo e ela pegaram um frete para levar três homens até a balsa do rio das Mortes em Nova Nazaré. Porém ela não soube explicar porque o esposo saiu correndo sem dar explicação.

Felipe negou participação no assalto e diz que estava pegando carona. Ambos foram conduzidos pela Polícia Civil ainda de madrugada para Água Boa. Eles estavam num Uno cor prata placas KAZ 5643, de Goiânia-GO. Junto com eles foram recuperados jóias, celulares, espingarda calibre 22 e R$ 5.900,00 .

A prisão dos elementos foi realizada pela guarnição de Nova Nazaré composta pelo sargento Jesus; cabos Ivo e Brito e soldado Maueveck.

A PM permanece as buscas aos demais ladrões com apoio da Polícia Civil e uma guarnição da Força Tática de Barra do Garças próximo a balsa do rio das Mortes. 


Notícias Relacionadas »
Comentários »

Com UTIs lotadas, Barra do Garças deve ou não aderir lockdown? 3 pacientes aguardam vagas

75.1%
23.6%
1.3%