02/04/2013 às 13h09min - Atualizada em 02/04/2013 às 13h09min

Mãe procura filha desde janeiro; garota pode estar sendo mantida a força em boate

Olhar Direto
Orkut

A dona-de-casa Adelmair Carmo de Freitas, 37 anos, está à procura da filha que saiu de casa em Barra do Gaças no dia 15 de janeiro e falou pela última vez com ela há vinte e cinco dias atrás. A jovem saiu com uma amiga para morar em Água Boa e depois seguiu para Nova Mutum onde pode estar numa boate e não fez mais contato com a mãe.

A preocupação da dona-de-casa é que a filha pode estar sendo mantida a força e sem condições de voltar pra casa. No facebook, a jovem deixou um recado onde fala que está com saudade, mas só voltará para casa em junho, durante a temporada de praia. Mesmo com o recado no face dia 26/03, a mãe quer um contato com a filha. “Minha filha nunca ficou tanto tempo assim sem falar comigo”, acrescentou.

Na manhã de segunda-feira (1), Adelmair procurou a imprensa e depois a polícia para registrar o sumiço da filha. Por telefone ela conseguiu falar com a polícia de Nova Mutum. “Eu estive na delegacia quinta-feira, mas era véspera de feriado, e não consegui registrar a ocorrência porque eles perguntaram onde ela está e eu não sei”, conta.

Jordanna no último contato com a mãe disse que estava trabalhando numa boate e que estava com saudade. “Eu pedi para ela vir embora”, completou.

A mãe pediu para divulgar o telefone dela para quem tiver informações da filha: (66) 9659 0953. 


Notícias Relacionadas »
Comentários »

Com UTIs lotadas, Barra do Garças deve ou não aderir lockdown? 3 pacientes aguardam vagas

75.1%
23.6%
1.3%