23/03/2018 às 22h40min - Atualizada em 23/03/2018 às 22h40min

Presos ganham destaque nacional ao reformarem 4 escolas em Barra do Garças

Ideia do projeto partiu de agentes penitenciários de Barra do Garças. Onze reeducandos fazem parte do projeto.

G1 MT
Araguaia Notícia
Gustavo Siqueira Ferraz / Arquivo pessoal
Quatro escolas públicas de Barra do Garças (MT), foram reformadas neste ano por reeducandos da cadeia do município. O trabalho é feito por meio do projeto "Amigos da Escola", desenvolvido por agentes penitenciários.

O coordenador do projeto, Gustavo Siqueira Ferraz, disse que 11 presos que possuem experiência nas áreas de construção civil, jardinagem e pintura, fazem parte do projeto.

"O projeto surgiu há dois anos depois que observei que um parquinho em uma praça estava destruído e chamei alguns detentos para fazer a reforma e daí vimos que o projeto deu certo e passamos a investir mais nele, com a reforma de escolas", contou.

Última reformada foi a Escola Estadual Marechal Eurico Gaspar Dutra (Foto: Gustavo Siqueira Ferraz/ Arquivo pessoal)

Última reformada foi a Escola Estadual Marechal Eurico Gaspar Dutra (Foto: Gustavo Siqueira Ferraz/ Arquivo pessoal)


Com o trabalho, o detento tem a pena reduzida. A cada três dias trabalhados é um dia a menos na prisão. Mas para participar, o preso precisa ter cumprido no mínimo um terço da pena.

A escolha dos detentos é feita por meio de uma triagem realizada por um corpo técnico, composto por um psicólogo, uma assistente social, um chefe de disciplina da unidade e um diretor.

A escola que está passando por reformas, desta vez, é a unidade pública de ensino Nossa Senhora da Guia, em Barra do Garças.

Segundo o coordenador, as escolas interessadas em serem beneficiadas com o projeto enviam ao ofício à cadeia pública do município pedindo a reforma. Os membros do projeto então visitam as unidades e avaliam as condições dela.
Salas de aula são reformadas por reeducandos (Foto: Gustavo Siqueira Ferraz/ Arquivo pessoal)

Salas de aula são reformadas por reeducandos (Foto: Gustavo Siqueira Ferraz/ Arquivo pessoal)


Notícias Relacionadas »
Comentários »