09/03/2018 às 17h38min - Atualizada em 09/03/2018 às 17h38min

Mesmo quando afastado, José Elias foi a Brasília em busca da duplicação da Br 070 em Aragarças

Ele voltou ao cargo de prefeito na tarde de sexta-feira, dia 9/3. Agradeceu o apoio que tem recebido do povo e ressaltou que a justiça tem reparado a verdade em Aragarças. "Não vou deixar que usurpem o mandato que o povo nos concedeu", frisou.

Araguaia Notícia
O prefeito de Aragarças, José Elias Fernandes, voltou ao cargo de prefeito na tarde de sexta-feira (9/3) após decisão do juiz Joviano Carneiro Neto, que anulou o ato do legislativo que havia afastado o gestor pela terceira vez. E mesmo quando estava afastado, José Elias disse esteve em Brasília numa audiência no DNIT para viabilizar a duplicação da Br 070, da avenida Ministro João Alberto até o trevo de saída de Aragarças para Jussara-GO.

 “Eu já tinha marcado essa audiência com a direção do DNIT e graças a Deus e com apoio do Dr Flávio (DNIT-GO) conseguimos a aprovação do projeto para duplicar e iluminar esse trecho que irá embelezar e dar segurança a população”, destacou.

Nesta viagem, José Elias passou por várias secretarias em Goiânia e participou de duas homenagens a advogada Mara Nei na Assembléia Legislativa de Goiás e também pelo Centro de Valorização das Mulheres (Cevan). “Trata-se de reconhecimento ao trabalho da Mara Nei em Aragarças com o programa Menina Mãe e de recuperação de dependentes químicos”, completou.

Sobre a decisão do juiz, o prefeito disse que mais uma vez ficou evidenciado que ele não cometeu nenhum ato ilícito ou vexatório e que o seu afastamento foi mais uma implicância dos vereadores. “A verdade está clara que a Câmara tenta nos prejudicar a qualquer custo mas a justiça tem reparado a verdade e anulou não só o ato dos vereadores mas como também a posse do vice Léo Leão consequentemente os atos que ele pretendia tomar”, frisou.

O prefeito agradeceu o empenho dos advogados em sua defesa e pediu uma reflexão de todos em prol da cidade. “Eu já demonstrei que não tenho rancor de ninguém, porém não vou aceitar imposições e tentativas de usurpar o mandato que o povo meu deu e espero que os vereadores reflitam sobre isso”, finalizou.
 
Notícias Relacionadas »
Comentários »