25/03/2013 às 12h24min - Atualizada em 25/03/2013 às 12h24min

Serviço de inspeção para abate de animais será implantado em Barra do Garças

Olhar Direto
Olhar Direto

O presidente da Cãmara Municipal, vereador Miguelão Moreira (PSD), informou que um projeto criando o Serviço de Inspeção Municipal (SIM) para inspecionar o abate de pequenos animais será enviado terça-feira (26) para o legislativo votar. A medida se tornou imprescindível para liberar a comercialização de carne suína nos açougues que foi suspensa após notificação do Ministério Público Estadual (MPE) que recebeu uma denúncia do frigorífico de Primavera do Leste.

A notificação do promotor Marcos Brant Gambier Costa explica que a maioria da carne suína comercializada em Barra do Garças seria sem inspeção. Segundo Miguelão, na sessão da semana passada, em discussão com os vereadores Júlio César (PSDB) e Reinaldo Chocolate (PMDB), ele acrescentou que o serviço de inspeção já deveria ter sido criado mas, infelizmente não houve empenho do ex-prefeito Wanderlei Farias.

“Nós já avançamos muito em criar uma associação, a Abados, que irá organizar os produtores e feirantes com relação aos abates e a implantação do SIM. Eu deixe isso claro para o Júlio e Chocolate porque a falha aconteceu na gestão passada e infelizmente o promotor está sendo duro porque a legislação impõe isso. Nós vamos pedir um prazo para organizar essa situação”, completou. O parlamentar conta que o promotor Brant já determinado à regularização dessa situação desde 2010 porém não foi cumprido pela gestão passada.

O presidente do legislativo informou que a Abados já esteve em na AMM em Cuiabá onde consegujiu a inspeção do frigorífico para ser implantado e já deu entrada para junto a Secretaria de Agricultura do Estado para conseguir um veterinário para auxiliar na inspeção. A previsão é que o frigorífico esteja operando dentro de noventa dias.

O prefeito de Barra do Garças, Roberto Farias (PSD), disse que sua equipe está concluindo o projeto sobre a criação do SIM e para tanto pediu apoio do Indea na elaboração do documento. “Nós já avançamos nessa discussão e com fé em Deus vamos achar uma saída para regularizar a situação”, finalizou. 


Notícias Relacionadas »
Comentários »

Se a empresa de Água continuar com serviço irregular, o que deve ser feito pelo prefeito? Deixê a sua opinião internauta

1.6%
5.4%
17.7%
75.2%