03/03/2018 às 12h00min - Atualizada em 03/03/2018 às 12h00min

Polícia acompanha exumação em Aragarças a pedido da Justiça de Mato Grosso

O crime aconteceu a seis anos atrás após uma briga num bar em Nova Xavantina

Araguaia Notícia
Policiais civis e peritos da Polícia Técnicas de Goiás acompanharam na manhã de sexta-feira (2/3) uma exumação que foi realizada no cemitério da cidade de Aragarças-GO a pedido do Poder Judiciário de Mato Grosso. O corpo de Marcos Lopes foi desenterrado e exumado com objetivo de verificar a existência projeteis (tiros) utilizados para ceifar a vida da vítima num crime que aconteceu no dia 25 de maio de 2012 após uma briga num bar em Nova Xavantina-MT, a 150 km de Barra do Garças.

O delegado Ricardo Galvão acompanhou o serviço da exumação. “Bem os peritos estão aqui com objetivo de encontrar projeteis nos restos mortais da vítima para procedimentos do processo e possível confronto de balística. Na época esse procedimento não foi realizado antes do sepultamento e por isso o juiz achou necessário fazer essa exumação”, explicou Galvão.

O policial disse que a família foi avisada sobre a exumação que mesmo passado seis anos causa um sensação triste e de vario os parentes da vítima. Na época do crime, o autor do homicídio foi preso. Após a conclusão dos laudos, a perícia goiana vai remeter a documentação ao juiz encarregado do processo em Nova Xavantina.
 
Notícias Relacionadas »
Comentários »