01/03/2018 às 19h53min - Atualizada em 01/03/2018 às 19h53min

Garoto de 15 anos é apreendido com 21 tabletes de maconha em Aragarças numa ação conjunta da PM de MT e GO

Dois homens pegaram dois moto-taxis em Barra do Garças com destino a Aragarças levando uma mochila com a droga. O entorpecente foi encontrado no bairro Jardim das Palmeiras

Araguaia Notícia
Uma operação começou em Barra do Garças e terminou na cidade de Aragarças-GO no final da tarde de quinta-feira (1/3) com detenção de um menor de 15 anos já conhecido da polícia. De acordo com a polícia, dois homens saíram em dois moto-taxis da cidade de Barra do Garças com direção a Aragarças levando uma mochila azul com entorpecente.

Na primeira abordagem um menor acabou sendo detido e na sequencia já no bairro Jardim das Palmeiras um maior de idade conseguiu escapar pulando muros e deixou para trás a mochila. Dentro foram encontrados 21 tabletes totalizando 14 quilos e 700 gramas de maconha.

Toda operação foi realizada pela PM de Barra do Garças com informações do serviço de inteligência e apoio da PM de Aragarças. Já na 4ª companhia da PM, o menor por várias vezes afirmou em voz alta que a droga seria dele.

Ele alegrou que trabalhou durante três meses e levantou uma grande para comprar o entorpecente. Segundo os policiais, 14 quilos de maconha não ficam por menos de 15 mil reais.

“Essa atitude de assumir a bronca é comum por menores e por isso cada vez mais os traficantes estão recrutando menores para fazer o serviço de mula. Aqui tivemos um exemplo de que o maior estava acompanhado de um menor que está assunto à culpa”, explicou o tenente Santana que parabenizou a atuação da equipe do sargento Junior e cabo Raul que foram dar apoio à equipe da PM de Barra do Garças sob comando da oficial de dia, tenente Viviane.

A droga apreendida ficou sob responsabilidade da PM que já irá apresentar o flagrante na sexta-feira ao delegado Ricardo Galvão. Vale destacar que este menor já tem duas passagens policiais: de um assalto à mercearia JA e porte de um simulacro.

O adolescente deve ser colocado em liberdade e acompanhado pelo Conselho Tutelar até a casa dos pais. A identidade do maior não foi revelada mesmo porque ele fugiu do flagrante.
Notícias Relacionadas »
Comentários »