20/02/2018 às 07h31min - Atualizada em 20/02/2018 às 07h31min

MLT suspende bloqueio na Br 158 em Barra do Garças após notificação do MPF

Outro motivo para suspensão da manifestação é de que uma comissão do Incra visitará o acampamento da Fazenda Eldorado ainda nesta semana

Araguaia Notícia
PRF-BG


Os líderes do Movimento de Luta pela Terra (MLT) suspenderam o bloqueio na Br 158 entre Barra do Garças e Nova Xavantina após tomarem conhecimento de uma notificação em que podem ser responsabilizados numa ação criminal por impedir o tráfego na rodovia (direito de ir e vir das pessoas).
 
Eles foram advertidos na madrugada de terça-feira (20/2) pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) sobre a intenção do Ministério Público Federal (MPF) de Barra do Garças de investigar a conduta dos líderes que fecharam ontem a rodovia no km 752 de manhã e depois à tarde causando um grande transtorno para motoristas. No comunicado do MPF, os promotores se colocam a disposição dos líderes do MLT para analisar a pauta de reivindicação do movimento.
 
O inspetor Cristiano, que esteve no acampamento e recebeu a informação de que o bloqueio que estava previsto até o dia 22/2 está suspenso. “Eles informaram que o Incra vai mandar uma comissão até a Fazenda Eldorado para conversar com eles. E disseram que não vão mais fechar a rodovia”, explicou o chefe da 8ª delegacia da PRF.
 
Os líderes do MLT decidiram fazer o bloqueio alegando que não tiveram a atenção necessária das autoridades da reforma agrária com relação à situação da Fazenda Eldorado onde fica o acampamento. No comunicado do MLT eles mencionaram que essa manifestação estaria acontecendo em todo o país simultaneamente denominado Carnaval Vermelho, porém a PRF e MPF não constataram esse fato.
 
A atitude do MLT de fechar a Br 158 teve vários comentários na rede social contrários e inclusive um crítica mais contundente do vice-governador Carlos Favaro que foi contra o bloqueio da rodovia e disse que atos como este só provocam baderna no país.
 
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Se a empresa de Água continuar com serviço irregular, o que deve ser feito pelo prefeito? Deixê a sua opinião internauta

1.4%
5.3%
18.0%
75.3%