19/02/2018 às 19h29min - Atualizada em 19/02/2018 às 19h29min

Vice-governador Carlos Fávaro critica bloqueio da BR-158 em Barra do Garças e pede fim de “baderna”; ouça áudio

Em mensagem, vice-governador diz que também já bloqueou rodovias, mas atualmente considera este tipo de movimento um absurdo

Lázaro Borges , O Livre
Araguaia Notícia


O vice-governador Carlos Fávaro (PSD) enviou uma mensagem de áudio para diversos produtores de Mato Grosso em que comenta o bloqueio da BR-158 que, segundo ele, foi organizado pelo Movimento Luta pela Terra (MLT) após o fim do carnaval. O vice-governador chamou a ação de “baderna” e pediu que os manifestantes abandonassem o protesto.

“Este tipo de atitude, de baderna, de tirar o direito de ir vir do pai de família que está trabalhando, é inadmissível”, lamentou Fávaro, que também é produtor rural no norte de Mato Grosso.

O áudio a que a reportagem do LIVRE teve acesso circula em formato de vídeo no aplicativo Whattsapp, com a legenda “Não ao bloqueio de estradas!”. Na mensagem, Fávaro também relembra o episódio “Grito do Ipiranga”, quando produtores do município de Ipiranga do Norte bloquearam a BR-163 em protesto contra as autoridades mato-grossenses.

“A principal resolução de que cheguei no fim daquele movimento foi a de que ele é um absurdo; ganhamos a antipatia da sociedade e pouca resolução, pouca coisa de concreto aconteceu. Depois do movimento, trabalhando e dialogando com a sociedade, as coisas aconteceram”, relembrou

Fávaro defendeu a agricultura familiar e disse se tratar de um modelo de produção que precisa se modernizar, mas que é algo muito importante para ao Brasil. O político comentou que “pode dar certo” assentar famílias e investir na Reforma Agrária em Mato Grosso.

“Por isso, aos líderes deste movimento, abram a rodovia, deixem o ir-e-vir acontecer com tranquilidade. E procure seus direitos conversando com as autoridades, marcando audiência e se fazendo representar. Isso, sim, vai fazer a agricultura familiar forte, sem baderna, sem confusão”, encerrou ele.
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Se a empresa de Água continuar com serviço irregular, o que deve ser feito pelo prefeito? Deixê a sua opinião internauta

1.4%
5.3%
18.2%
75.2%