15/02/2018 às 07h08min - Atualizada em 15/02/2018 às 07h08min

Corpo de biológo formado em Nova Xavantina é encontrado em Rio

A polícia informou que Valdeir foi vítima de latrocínio e jogaram o corpo no rio para ocultar o crime bárbaro

NX1 / Água Boa News
Araguaia Notícia
Reprodução Corpo de Bombeiros
O corpo do biológo Valdeir de Paula Peres, formado na Unemat de Nova Xavantina, foi encontrado na tarde de terça-feira (13/2) num rio da cidade de Novo Progresso, no sudoeste do Pará, onde também ele já ocupou no passado o cargo de secretário municipal de Meio Ambiente. 

O empresário foi visto pela última vez no sábado (10). Ele saiu em sua caminhonete e nunca mais foi visto. Valdeir trabalhava com coleta de resíduos ambientais.

Segundo a Polícia Civil, ele foi vítima de latrocínio (roubo seguido de morte) praticado por três menores. Uma outra pessoa, maior de idade, prestou auxílio na ocultação de cadáver.

De acordo com o delegado responsável pelo caso, Daniel Mattos, a investigação partiu após a denúncia da família de Valdeir de Paula Peres. A caminhonete foi localizada, e três pessoas foram presas, incluindo dois menores, que denunciaram o crime e onde estava o corpo.

O corpo foi localizado no rio Poraquê, distante cinco quilômetros de Novo Progresso.

As equipes da Polícia Civil e da Polícia Militar foram ao local para fazer a remoção do corpo.

Segundo a Polícia, a motivação do crime foi para roubar a caminhonete.
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Se a empresa de Água continuar com serviço irregular, o que deve ser feito pelo prefeito? Deixê a sua opinião internauta

1.4%
5.3%
18.2%
75.2%