31/03/2011 às 12h37min - Atualizada em 31/03/2011 às 12h37min

Empresária foi morta com mais de 20 facadas

O acusado disse que sentia atração pela vítima

Ronaldo Couto
Olhar Direto
Tv Serra Azul Ana Ferreira foi atacada por um maníaco que tentou estuprá-la e depois a matou com 20 facadas

A empresária Ana Ferreira, 47 anos, atacada por um maníaco foi morta com aproximadamente vinte facadas. É o que revelou o delegado municipal Adilson Gonçalves, na manhã desta quinta-feira (31), ao dar mais detalhes do crime que chocou a cidade de Barra do Garças (508 km de Cuiabá).

Ana foi morta na chácara onde morava na saída de Barra do Garças para Cuiabá por Weber Barreiras, 22 anos, conhecido como Russo, que tentou estuprá-la. O delegado acredita que o estupro não ocorreu porque a vítima saiu correndo da casa para o mato.

No depoimento, o acusado conta que deu um murro na nuca da vitima derrubando-a no chão e depois com um pedaço de pau deu mais dois golpes na empresária. Ele retornou na casa e pegou uma faca com a qual esfaqueou a vitima por mais de vinte vezes.

O delegado disse que não acredita na versão do acusado de que ele tenha mantido reações sexuais com a vítima com o consentimento dela. O acusado conheceu a vítima há 15 dias atrás quando o contratou para fazer um serviço de roçagem na chácara. A partir deste momento, Russo alega que se apaixonou pela vítima. Uma espécie de amor platônico que é contestado pela família da empresária.

Ana era dona de vários imóveis e foi proprietária da panificadora Maranata em Barra do Garças.


Notícias Relacionadas »
Comentários »

Com UTIs lotadas, Barra do Garças deve ou não aderir lockdown? 3 pacientes aguardam vagas

74.3%
24.4%
1.4%